· Janeiro, 2014

Notícias sobre Mídia Cidadã de Janeiro, 2014

Carta de amor de uma mulher papuásia para um soldado indonésio

Blogueiro libanês parodia um estudo sobre as roupas femininas no Oriente Médio

Autoridades sul-coreanas desacreditam vozes dissidentes e as chamam de notícias “não verdadeiras”

Um veterano da mídia disse: "Uma vez que o governo decide o que é "notícia" ou não, os noticiários naquele país desaparecem e só sobra a propaganda."

Partido no poder organiza marcha para homenagear Presidente da República de Moçambique

Essa é a primeira marcha organizada para homenagear o Presidente Armando Guebuza que é também presidente do partido no poder.

37 milhões de estudantes começam o ano com livros gratuitos em Bangladesh

300 milhões de livros foram distribuídos pelo governo como parte do "Dia Nacional do Livro", celebrado no dia 2 de janeiro, em Bangladesh.

Usinas hidrelétricas no Panamá: “Prometeram desenvolvimento, mas criaram um desastre”

FOTOS: Erupção do Monte Sinabung deixa 20.000 desabrigados na Indonésia

Depois de 400 anos de inatividade, o Monte Sinabung, na Indonésiam de repente entrou em erupção e desabrigou mais de 20 mil camponeses. O vulcão já entrou em erupção mais de 200 vezes desde o ano passado.

Hatebase: Uma rede que reúne discursos de ódio para prevenir o genocídio

A Hatebase é uma rede colaborativa que combate o discurso de ódio levando em conta a localização, tipo, língua e quando foi proferido. O objetivo é identificar tensões entre grupos, um dos indicadores de futuros genocídios.

Fábrica de Mídia: Um acelerador de notícias para a América Latina

Fábrica de Mídia é uma nova empresa de aceleração digital focada exclusivamente na criação de meios de comunicação na América Latina.

Prêmio Bloggies está aberto para indicações

Intonaspacio: Um novo instrumento musical digital feito em Portugal

Congresso procura sedimentar a “cidadania lusófona”

México: Quatro mulheres jornalistas desafiam as probabilidades

Quatro mulheres desafiam as probabilidades por trabalharem como jornalistas no México, o país mais perigoso para estes profissionais.

Um apelo aos líderes africanos para que apoiem a República Centro Africana

“Redes Sociais para Jornalistas”, novo curso online aberto e massivo