Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Congresso procura sedimentar a “cidadania lusófona”

Movimento Internacional Lusófono e Sphaera Mundis: Museu do Mundo estão fazendo uma chamada para a apresentação de propostas de comunicações para a segunda edição do Congresso Internacional da Cidadania Lusófona. 

Depois de no ano transacto a primeira edição do congresso ter versado sobre “A Afirmação da Sociedade Civil“, este ano tentar-se-á dar resposta à pergunta “Que prioridades na Cooperação Lusófona?”, como afirma a página do Congresso:

Um ano após termos lançado esse novo conceito de “cidadania lusófona”, ainda há muita gente, com efeito, que o estranha. Assumimo-nos, naturalmente, como cidadãos portugueses, por um lado, e como cidadãos do mundo, por outro. Assumimo-nos ainda, com a mesma naturalidade, como cidadãos europeus. Mas ainda não nos assumimos tão naturalmente como cidadãos lusófonos. Seguindo o célebre “slogan” de quem assumiu como sua Pátria a língua portuguesa (falamos, claro está, de Fernando Pessoa), “primeiro estranha-se, depois entranha-se”. Chegará o dia em que, naturalmente, nos assumiremos, todos, como cidadãos lusófonos.

Submissões podem ser feitas em Português até ao dia 31 de Janeiro de 2014 e a convocatória é dirigida a todas as Associações da Sociedade Civil do Espaço Lusófono, privilegiando-se “para garantir um maior equilíbrio na representação, as Associações não sediadas em Portugal”. O congresso vai ser realizado no dia 16 de Abril na Sociedade de Geografia de Lisboa, em Portugal.