Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Luiza Saturnino Braga

I was born in Rio de Janeiro and studied in Brazil since graduation with Bachelor Degree in Education with specialization in Technology from PUC – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Soon after I got married and lived in Denmark for 2 years. I returned to Brazil and worked in various positions till finally I got a translation certification from Associação Alumni in São Paulo in 2004. Since 1997 I have worked as a translator, mainly translating and proofreading websites, documents, texts. Recently I have translated three books.

Email Luiza Saturnino Braga

Últimos posts por Luiza Saturnino Braga

22 Setembro, 2017

Palestino, defensor dos direitos humanos, preso por postagem no Facebook

GV Advocacy

Em uma postagem do Facebook, Amro criticou a Autoridade Palestina pela prisão do jornalista Ayman Qawasmi .

20 Setembro, 2017

Feira Internacional de Damasco, tentativa do regime sírio de “embelezar” feridas da guerra?

"A sociedade 'mais saudável e homogênea' de Assad tem como fundamento assassinatos sistemáticos, evacuações demográficas e destruição de bairros inteiros."

Máquinas automáticas ao redor do mundo que os japoneses acham surpreendentes

O Japão é sempre considerado por ter algumas das máquinas automáticas de venda mais loucas e estranhas do mundo, mas há outros países que são páreo duro nesse quesito.

19 Setembro, 2017

Com a onda crescente de extremismo na Síria, a liberdade das mulheres está comprometida

Grupos extremistas como ISIS, Hezbollah e al-Nusra estão destruindo as liberdades que mulheres e meninas sírias tinham e que por longo tempo foram fortes pilares da sociedade síria.

31 Agosto, 2017

O Rio de Janeiro está em guerra? Os moradores debatem

Jornal Extra decidiu criar "seção sobre guerra" para cobrir os números e casos alarmantes de violência no Rio. A decisão suscitou questionamentos se será benéfica ao Estado.

28 Agosto, 2017

Setenta e dois anos depois, Japão relembra final de uma guerra devastadora

Os comentários do primeiro-ministro Shinzo Abe sobre o aniversário do final da Segunda Guerra Mundial não expressaram culpa por parte do Japão. Os comentários do imperador expressaram sentimentos de "profundo arrependimento".