Luiza Saturnino Braga · Julho, 2018

I was born in Rio de Janeiro and studied in Brazil since graduation with Bachelor Degree in Education with specialization in Technology from PUC – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. I lived in Denmark for a couple of years. I returned to Brazil and worked in various positions till I got a translation certification from Associação Alumni in São Paulo in 2004. Since 1997, I have been working as a translator, mainly doing subtitlings for major companies as well as translating and proofreading websites, documents, and general texts. Recently I have translated three books.

Email Luiza Saturnino Braga

Últimos posts por Luiza Saturnino Braga de Julho, 2018

Netizen Report: Israel analisa novas leis para vigilância pública e repressão à liberdade de expressão

O Netizen Report da Global Voices apresenta um panorama dos desafios, conquistas e novas tendências dos direitos digitais no mundo.

O que aconteceu com os direitos digitais nos últimos sete anos? 300 edições dirão a você

Esta semana estamos analisamos os sete anos de cobertura sobre direitos digitais no mundo, em comemoração à edição de número 300!

Feminicídio: “O mais importante é tratar o assunto com humanidade”

"A realidade atual que mostra a nuvem [de palavras] sobre feminicídios nos faz refletir [...] uma falta de sensibilização em relação ao tema...".

A vida de uma etíope, trabalhadora doméstica no Líbano: “Eles me batiam todos os dias com um fio elétrico”

Lensa é uma das muitas imigrantes que trabalham como domésticas no Líbano, forçadas a trabalhar e viver em condições difíceis sob o infame sistema do "kafala" (que significa "patrocínio").

Síria: histórias da queda do subúrbio de Ghouta Oriental, em Damasco

O subúrbio de Ghouta Oriental, em Damasco, tem sido cenário de intenso sofrimento ao longo dos sete anos de guerra na Síria. É o mais cruel e duradouro exemplo da estratégia do regime de “morra de fome ou se renda” e...

Como as mulheres pagam pela guerra sem fim da esterilização forçada na Índia

Em 2015-16, 82% das mulheres que foram esterilizadas fizeram o procedimento em um centro do governo. Entre as mulheres que usavam pílula anticoncepcional, mais da metade (54%) foi a uma unidade particular. Para o planejamento familiar, o governo destina 85%...

“Você e essa perda jamais serão esquecidos”: a realidade mortal de ser jornalista no Afeganistão

"Que dia doloroso. Que trabalho difícil. Que momento obscuro em Cabul. TariqMajidi está cobrindo o funeral de seu colega."

Netizen Report: o que Irã, Paquistão e Rússia têm em comum? Eles baniram o Telegram.

O Netizen Report da Global Voices apresenta um panorama dos desafios, conquistas e novas tendências dos direitos digitais no mundo.