Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Nos Bálcãs, três décadas e vários filmes depois, a tradução criativa de “Alien” resiste

Banner da próxima sequência de “Alien” na Macedônia onde se lê “O Oitavo Passageiro: Covenant. Estreia nos cinemas em 18 de maio. Ingressos à venda.”

O anúncio da próxima estreia de mais um filme da série “Alien” nos cinemas reacendeu um debate linguístico antigo entre os fãs de filmes e de ficção científica nos Bálcãs ocidentais.

Quando o primeiro filme da série surgiu em 1979, em vez de usar uma palavra que significasse “estranho” ou “extraterrestre” nos idiomas locais, os distribuidores na Iugoslávia, Hungria e Polônia traduziram o título como “O Oitavo Passageiro”, referindo-se ao fato de que o alien no título era um clandestino na nave espacial com uma tripulação de sete membros.

Imagem escaneada do poster original do filme de 1979 na Iugoslávia contendo a tradução servo-croata e o título original em inglês com a observação “filme do ano”. Autor anônimo

Então “Alien” se tornou “Osmi putnik” em sérvio, croata e bósnio, “Osmi potnik” em esloveno e “Osmiot patnik”, em macedônio.

No entanto, isto não acontece em todos os países da região. Transliteração ou variações locais da palavra “alien” foram usadas em albanês, búlgaro, checo, eslovaco e todas as línguas da antiga União Soviética (URSS).

O título polonês, “Obcy – ósmy pasazer Nostromo,” usou uma combinação de ambas as abordagens, além de adicionar o nome da nave espacial no final, resultando no bem longo “Alien – O Oitavo Passageiro da Nostromo.” O título húngaro, “A nyolcadik utas: a Halál,” tira a surpresa do filme, quando revela “O Oitavo Passageiro: morte.

Em toda a antiga Iugoslávia, “O Oitavo Passageiro” permaneceu e foi utilizado em todas as edições que se seguiram durante os últimos 30 anos, incluindo o próximo “Alien: Covenant.”

De tempos em tempos, as pessoas da região retomam a polêmica da tradução. Para alguns ela é considerada uma interpretação muito criativa. Outros a rejeitam como imprópria ou obsoleta.

Isto se reflete na definição encontrada no Vukajlija, um dicionário online de gírias sérvias. A entrada para “Osmi putnik” contém um elogio e uma pergunta “Como não contaram o gato?” (Além dos sete membros de tripulação, havia também um gato a bordo da nave espacial, que aparentemente não foi incluído na contagem, já que o alien era o “oitavo passageiro”.)

Em um mar de traduções e interpretações ruins de títulos de filmes estrangeiros para o sérvio, O Oitavo Passageiro é um caso raro de um bom título de filme. #Alien

— Djordje Petrovic (@BarbaDjole) 26 de dezembro, 2016

 

Mais uma vez eles me deixam irritado quando dizem que o #Alien era o “oitavo passageiro”- Hello! Havia 6 humanoides, um androide, o gato e o alien. pic.twitter.com/13qUCs4WgV

— Brus Haltereggo (@dakishoz) 11 de maio, 2017

Fãs na Macedônia compartilharam sentimentos desencontrados sobre a tradução do título:

Eu me arrepio quando eles grafam O Oitavo Passageiro em vez de Alien nos ingressos do cinema. Muito!

— Гаровски™ (@Garowski17) 11 de maio, 2017

Não me importo com o que os outros pensam, O Oitavo Passageiro é um título de gênio para o filme, 50 vezes melhor que o original.

— Хаклбери Фина (@katiestrummer) 9 de maio, 2017

O filme teve influência na cultura pop Iugoslava além da esfera da ficção científica. “Osmi putnik” era também o nome de uma famosa banda de heavy metal da antiga Federação, fundada em 1985 em Split, Croácia. A popularidade da banda talvez tinha sido um fator para a sobrevivência e o reconhecimento da marca da tradução. Uma de suas canções mais conhecidas é “Glasno, glasnije” (“Alto, Mais Alto”).

Até mesmo debates políticos usam referências do filme. Um usuário macedônio de Twitter citou o professor de Direito e o ex-político Ljubomir Frckoski que usou “o oitavo passageiro” de forma depreciativa ao discutir o papel destrutivo do antigo partido que governava o país logo depois das eleições de dezembro 2016:

“Incluir o VMRO no governo seria como ter o oitavo passageiro em sua espaçonave. Como ter um alien em sua espaçonave” – Frchko.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.