Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Caribe: Furacão Gustav

Furacão Gustav se aproximando de Kingston – Foto cortesia de Wayne Sutherland, usada sob permissão. Visite photostream de Wayne.

Chegou aquele momento do ano novamente — a temporada dos furacões — e enquanto o ano de 2008 produziu uma grande diversidade de tempestades [En] em três curtos meses, o furacão Gustav se destacou. Ao menos até agora. A tempestade, que inicialmente se formou a sudeste de Porto Príncipe, foi categorizada como um furacão no dia 26 de agosto. O sistema de tempestade moveu-se rapidamente sobre vários territórios do Caribe, atingindo o Haiti, a Republica Dominicana, Jamaica, as Ilhas Caymans e Cuba, antes de rumar para os Estados Unidos da América.

Os blogueiros da regiões estão se preparando para tudo. Mighty Afrodite [En] estava ocupada com os preparativos para a tempestade que se aproximava, especialmente depois da experiência do furacão Ivan nas Ilhas Cayman a quatro anos atrás:

As we sit with abated breath, enjoying the last remnants of the electricity, water, and basic amenities, praying for the best, but prepared for the worst…Gussin’ Gus makes his way forward, anxiety and uncertainty preceding his unwanted visit, and all I can say is…well shit! I am flicking fed up of this hurricane business.

“Enquanto nos sentamos aqui prendendo a respiração, aproveitando os últimos resquícios de eletricidade, água e amenidades básicas, rezando pelo melhor, mas preparados para o pior… Gussin’ Gus [algo como Gus Soprador, em inglês] está avançando, ansiedade e incerteza precedendo sua visita indesejada, e tudo que eu posso dizer é… puta merda! Eu estou muito de saco cheio dessa coisa de furacões.”

Em Granada, os pensamentos de Blah Bloh Blog [En] se voltaram para seus companheiros blogueiros:

Prayers and thoughts are with Stunner and Mad Bull as T.S. Gustav is currently over JA and heading slowly to the Caymans. Keep safe and let us know you are OK. It’s amazing to realise that Gustav is the thunderstorm that passed over Grenada last Saturday.

“Orações e bons pensamentos para Stunner [En] e Mad Bull [En], enquanto a tempestade tropical Gustav está sobre a Jamaica e indo lentamente para as [Ilhas] Caymans. Fiquem em segurança e nos digam se está tudo OK. É impressionante quando a gente pensa que o Gustav era aquela tempestade de trovões que passou por Grenada no sábado passado.”

Cada ilha no caminho da tempestade estava se preparando para o pior, mas o Haiti parece ter sido atingido com muita força. Pwoje Espwa [En] manteve seus leitores informados com seus posts diários:

Rivers are overflowing as the denuded mountains cannot absorb the rain. We are hearing of many more people going to the hospital with sick babies, that many have lost crops, than there will be fewer children going to school this academic year. Haiti did not need this at this time. Food and fuel prices have gone through the roof giving cause to the political manifestations which can so easily turn violent.

“Os rios estão transbordando, já que as montanhas desmatadas não conseguem absorver a chuva. Nós estamos ouvindo sobre muitas pessoas indo para os hospitais com bebês doentes, e que muitos perderam suas plantações, e que haverá menos crianças indo para a escola neste ano acadêmico. O Haiti não precisava disso neste momento. Os preços dos alimentos e dos combustíveis dispararam, dando motivo para manifestações políticas que podem tão facilmente se tornar violentas.”

Um dia depois, as notícias não eram melhores [En]. Fotos publicadas por Pwoje Espwa mostram o nível da destruição causada pelo Gustav:

Just had another mini-storm with wild wind and rushing rain. Many homes have been lost; tons and tons of agricultural products have been flooded; over 60 Haitians have died in these past few days. Haiti is old news now as folks focus on Jamaica and beyond.

“Acabamos de ter outra mini-tempestade com ventos e chuva enviezada. Muitas casas foram destruídas; toneladas e toneladas e produtos agrícolas foram inundados; mais de 60 Haitianos morreram nos últimos dias. Mas o Haiti já é notícia velha, agora que estão todos atentos à Jamaica e além.”

O novo governo da Jamaica, nesse meio tempo, estava ocupado assegurando seus cidadãos de que os serviços de emergência do país estavam bem preparados para a tempestade — YardFlex.com [En] comentou que o Primeiro Ministro estava “cautelosamente otimista de que a tempestade não causaria grande estrago na ilha”.

Mas isso, infelizmente, não foi o que conteceu [En]. Relatos de inundações, destruição e vidas perdidas começaram a surgir, vindos de blogueiros de vários cantos da Jamaica. Abeng News Magazine [En] disse que havia até nove mortes ainda não confirmadas; A Fe Me Page Dis Iyah [En] disse que a tempestade chegou furiosa, Francis Wade [En] admitiu que a tempestade Gustav deu à Jamaica “uma boa e apropriada bagunçada” e Annie Paul [En] se enganou acreditando a princípio que Gustav era uma “alma gentil”:

He's been here a few hours now. i don't mind him…compared to Emily and Dennis. Or Ivan. Ivan was terrible.

“Ele está aqui há algumas horas, e eu não estou preocupada… comparado com Emily e Denis. Ou Ivan. Ivan foi terrível.”

Não demorou muito até que ela percebesse o seu erro de julgamento [En]:

Gentle soul? couldn't have been more wrong. Gustav was a killer, insidiously creeping across the country, causing rivers to burst their banks and washing away homes and lives. Not much to choose between Ivan and him.

“Alma gentil? eu não poderia estar mais enganada. Gustav é um assassino, insidiosamente tomando o país, fazendo rios transbordarem e levarem embora lares e vidas. Não fica devendo nada ao Ivan.”

Hello World [En] também confessou ter sido “enganado pela tempestade tropical Gustav”, enquanto Stunner's Afflictions [En] ecoou este sentimento:

What seemed to have been a walk in the park with Gustav going north of Jamaica and only delivering some rain to the island has certainly changed!

“O que parecia que ia ser um passeio no parque, com o Gustav indo para o norte da Jamaica e apenas trazendo algumas chuvas para a ilha, certamente mudou!”

Stunner também conseguiu publicar um vídeo [En] dos efeitos da tempestade em Kingston, a capital, enquanto A Fe Me Page Dis Iyah [En] estava torcendo para que as enchentes levassem embora todos os criminosos do país.

E então veio o dia seguinte [En], que Annie Paul descreveu [En] de com toques de poesia:

There is something so newborn and fresh in the air after a hurricane leaves—don’t tell me Gustav wasn’t a hurricane when he visited here; it’s like insisting someone is 19 when they’re turning 20 tomorrow. The atmosphere seems to have been cleansed, purged of all the humid, hot and evil vapours that have been oppressing us for months now. A zephyr-like breeze whispers idle threats and the sun sparkles as it shines on the moist landscape. The riddim track to Marley’s Natural Mystic is blowing through the air.

“Há algo de muito novo e fresco no ar depois que um furacão vai embora — e não me diga que Gustav não era um furacão quando passou por aqui; é como insistir que uma pessoa tem 19 anos quando seu aniversário de 20 anos é no dia seguinte. A atmosfera parece ter sido lavada, purgada de todos os vapores úmidos, quentes e maus que vinham nos oprimindo há meses. Uma brisa zefírica sussurra em nossos ouvidos e o sol faísca enquanto brilha sobre a paisagem molhada. As notas de Natural Mystic de [Bob] Marley estão sendo carregadas pelos ventos.”

Carregadas pelo vento, talvez, da mesma forma que Gustav continuou seu caminho até as Ilhas Cayman e Cuba. Nas Ilhas Cayman, Mighty Afrodite [En] estava sofrendo por ter que ficar trancada e Mad Bull [En] estava radiante pelo fato de ainda ter “luz, água, TV e internet!”.

Já Cuba não teve tanta sorte. Black Sheep of Exile [Ovelha Negra do Exílio, em inglês] recebeu notícias de que “a devastação na Ilha dos Pinheiros é simplesmente indescritível”, enquanto a blogueira baseada em Havana Yoani Sanchez [En], que queria publicar atualizações sobre a prisão [En] e subsequente libertação [En] do músico punk-rocker cubano Gorki, estava praticamente aprisionada pela tempestade:

Because of Gustav the weather situation in Havana doesn’t allow me to leave the house to connect to the internet in a public place. On my balcony, fourteen floors up, we already have strong winds, and have started to close the windows and protect the plants. Today I am called on to face another cyclone.

“Por causa do Gustav, a situação do tempo em Havana não me permite deixar a minha casa para me conectar à internet em um lugar público. Na minha varanda, no 14º andar, nós já temos ventos fortes, e já começamos a fechar as janelas e proteger as plantas. Hoje, estou sendo chamada para enfrentar outro ciclone.”

Nas primeiras horas de hoje, o furacão Gustav começou a soprar sobre a Luisiana [En] e o coração da blogueira trinidadiana Afrobella [En] estava voltado para a cidade de New Orleans:

This weekend marks a horrific anniversary for the cradle of jazz, and three years later almost to the day, there’s a carefully planned city wide evacuation in the face of the category-four Hurricane Gustav. I can just imagine the fear and panic and emotion swirling in the hearts of Nawlins natives today, for whom the devastation of Katrina is a recent nightmare. I just wanted to offer support to everyone in New Orleans and up the coast all the way to Alabama. Be smart, stay safe, and our prayers are with you.

“Este final de semana marca um terrível aniversário para o berço do jazz, e três dias depois, quase no mesmo exato dia, há um plano cuidadosamente elaborado de evacuação sendo executado ns cidade, em face do furacão categoria 4 Gustav. Eu só posso imaginar o medo e o pânico e as emoções fervilhando nos corações dos nativos de Nawlins hoje, para quem a devastação do Katrina é um pesadelo recente. Eu só queria oferecer meu apoio a todos em New Orleans, e costa acima até o Alabama. Sejam espertos, fiquem em segurança, e nossas preces vão para vocês.”

1 comentário

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.