Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Blogues Bengalis discutem a evolução – Da vida, dos blogues e do poder da mulher

O que é blogar? Trata-se de partilhar sua vida e/ou pensamentos com o resto do mundo? É então um tipo de auto-biografia? Pode um blogue ser considerado literatura? Suman Rehman[BN], que classifica como um ‘carregador’ [uploader, n. do t.] em vez de como um blogueiro de verdade, ditou o tom para a discussão na blogosfera bengali.

Quando as discussões são sobre blogar, podem as ferramentas de blogagem ser deixadas de lado? Kherokhata[BN] avalia o popular software de entrada de texto, Avro keyboard[EN]. Dizem que a mais nova versão (4.5.1) do Avro é pesadamente carregado com funções, mas algumas delas podem ser tornadas opcionais (para facilitar a descarga do arquivo) uma vez que não é grande o número de pessoas que as usa. Também, o programa, em seu processo de evolução, pode concentrar-se mais em “skins”, conversores, etc.

Em outro lugar da blogosfera, a conversa era sobre o antiquíssimo conflito entre a religião e a teoria da evolução que propõe que a vida teria evoluído a partir de processos naturais, sem qualquer intervenção sobrenatural. Diganta[BN] sente que as pessoas deveriam ser mais abertas à ciência e às teorias científicas e não afundar suas cabeças nas areias do dogma religioso. Por outro lado, em comentário um comentário no post, o blogueiro Eskimo menciona que já que a teoria da evolução não é substanciada com provas, seria errado chamá-la de uma teoria ‘científica’ para começo de conversa. Balai[BN], com bom humor, afirma que a religião é uma lista ‘simplificada’ de princípios de vida presenteada por Deus aos humanos para que, sempre que eles se encontrassem em conflito, pudessem retornar às diretrizes ‘simplificadas’.

Duas mulheres foram eleitas para o posto de presidente e alimentaram o popular tópico das questões de gênero nos blogues bengalis. Desta vez, contudo, a discussão se refere às mulheres ao redor do globo. Primeiro, Ahmed Fahrukh[BN] escreve sobre Michelle Bachelet tornando-se a primeira mulher presidente do Chile e então Pagla Babu[BN] fala sobre a congressista legalista Pratibha Patil tornando-se a primeira mulher presidente da Índia, dizendo-nos através de uma imagem o que ele pensa da recentemente eleita senhora Patil. Rekchowni[BN] escreve sobre a atriz chinesa Xu Jinglei, cujo blogue tinha o maior número de links de entrada [incoming links, n. do t.] no meio de 2006, de acordo com o Technorati. Fahrukh[BN] também nos diz que apesar do mundo continuar mantendo a impressão de que as mulheres sauditas são um grupo oprimido, estatísticas mostram que as mesmas tem um significativo poder financeiro e estão tendo sucesso em entrar na força de trabalho como médicas, educadoras, etc., e também estão comandando poderosos empreendimentos de negócios. No mínimo 56% das mulheres sauditas já seriam graduadas no ensino superior. Relatos sobre o poder das mulheres não impediram, contudo, que se abortassem fetos femininos ou que se matassem meninas recém-nascidas como este post[BN] de Ashraf Rehman nos mostra.

(texto original por Aparna Ray)

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.