Daniel Duende · Abril, 2009

Daniel Duende é escritor, tradutor, observador independente, twitteiro, brasileiro, fumante, gamer geek e metido a fotógrafo (não necessariamente nesta ordem). Duende geralmente deixa o café esfriar porque adora uma boa conversa e não é bom em medir palavras. Foi o fundador do sítio Global Voices em Português em 2007 e o primeiro coordenador de sua equipe, mas prefere se pensar como apenas um membro veterano do coletivo de colaboração que realiza este sítio.

Email Daniel Duende

Últimos posts por Daniel Duende de Abril, 2009

Leia este post.

Brasil: Cultura, poesia e direitos indígenas na blogosfera

  14 Abril, 2009

O Brasil possui um dos mais impressionantes mosaicos de povos indígenas do mundo, e esta riqueza cultural está começando a aparecer na blogosfera brasileira. Por esta razão, o GVO está dedicando uma trilogia de artigos para cobrir os vários aspectos da blogagem indígena no país, começando com esta introdução à blogosfera indígena.

Colombia: Polícia Nacional cria um Canal no YouTube

  7 Abril, 2009

A Força Policial Colombiana tem uma nova estratégia para partilhar os meandros internos de seu trabalho: Um canal no YouTube onde são disponibilizados vídeos que mostram as novas tecnologias que estão sendo empregadas, vídeos de cidadãos agradecendo pelo trabalho realizado pela polícia, novas campanhas de segurança pública e imagens de policiais em ação.

Leia este post.

Parceiros do Global Voices no projeto G20Voice

2 Abril, 2009

Como parte do projeto G20Voice, 50 blogueiros de todos os cantos do mundo, entre eles o brasileiro Rodrigo Alvares do blogue NovaCorja.org, se reuniram em Londres para agir como "nossos olhos e ouvidos" enquanto os líderes mundiais se reuniam hoje, dia 2 de abril, em Londres para a Reunião do G20. Os blogueiros vem "de 22 países diferentes, e representam somados uma audiência global de mais de 14 milhões de leitores e participantes online."

Leia este post.

Camboja: Evidências no Tribunal do Khmer Rouge

  2 Abril, 2009

Ex-rebeldes do Khmer Rouge duvidam que haja evidências suficientes para condenar os cinco líderes do movimento que aguardam julgamento no Tribunal do Khmer Rouge. Uma vez que os eventos se desenrolaram a 30 anos atrás, encontrar evidências e testemunhas pode ser muito difícil.