Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Documentário sobre primeira deputada negra do Brasil busca apoio para distribuição

Imagem do documentário Antonieta (2015) | Foto: Reproduzida com autorização Magnólia Produções

Imagem do documentário Antonieta (2015) | Foto: Reproduzida com autorização Magnólia Produções

A professora e jornalista Antonieta de Barros se tornou a primeira parlamentar negra do Brasil ao ser eleita deputada estadual em 1934 em Santa Catarina — um dos estados mais brancos do Brasil, 46 anos após a abolição da escravidão. No ano passado, a história de vida de Antonieta ganhou um documentário produzido pela cineasta Flávia Person. Agora, Flávia busca apoio para distribuição do filme e para que o legado de Antonieta seja ensinado nas escolas.

A produção do filme lançou uma campanha de financiamento coletivo no site Benfeitoria. A meta é arrecadar R$ 22 mil para arcar com custos da produção de 1000 DVDs, que serão distribuídos gratuitamente em escolas, universidades, bibliotecas e centros culturais de Santa Catarina. As cópias vão vir com audiodescrição, tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais) e legendas em português, espanhol e inglês. 

Na época do lançamento do filme, a diretora conversou com o Global Voices e contou por que Antonieta é uma personagem importante — ainda que ignorada — na História brasileira:

Fazer um filme sobre a Antonieta me pareceu urgente. Depois que descobri que ela foi professora, diretora do instituto de educação, cronista dos jornais mais importantes do estado, a primeira mulher a ser eleita deputada em SC e primeira negra no Brasil, e mesmo assim, nem os nativos de Florianópolis conhecem bem a história dela, pensei que era o momento de fazer um filme e propagar a história dela para o máximo de pessoas possível.

A campanha termina no dia 12 de abril e adota a modalidade “tudo ou nada”: caso a meta de R$ 22 mil não seja alcançada, os doadores receberão seu dinheiro de volta.

Durante o mês de março “Antonieta” está sendo exibido em várias cidades de Santa Catarina e de fora do estado. O filme já passou por Brasília, Rio de Janeiro, e Lavras (MG). As próximas sessões acontecerão em Florianópolis, capital de Santa Catarina.