Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

China: Traga seus livros para vilas rurais

Yu Jianrong [en], um proeminente estudioso chinês sobre o desenvolvimento rural e resistência social das classes populares, lançou uma campanha para entregar livros de segunda mão nas aldeias rurais no início de maio.

A ação é coordenada através de um blog no site Weibo @随手送书下乡 [zh], cujo significado é “traga os seus livros para as aldeias”. Abaixo está uma chamada [zh] para voluntários em 4 de maio de 2011:

现招募全国各城市活动志愿者负责人,职责是:组织该地区志愿者利用节假日收集爱心人士捐赠的图书,分类登记并公布书名目;接统一调度发送图书;指导和监督接受捐赠的组织或个人管理图书;组织网友到农村去开展读书活动;关爱留守儿童。有意者请私信。

Agora estamos recrutando voluntários de todo o país. Suas atribuições são:
1. organizar voluntários para recolher livros de doadores nos feriados e colocar os livros em um catálogo;
2. coordenar a entrega de livros para as aldeias vizinhas;
3. dar supervisão para as organizações ou indivíduos que são responsáveis ​​pelo tratamento dos livros doados;
4. organizar os internautas para realizar aulas de leitura em vilarejos rurais;
5. cuidar das crianças cujos pais estão trabalhando nas cidades como trabalhadores migrantes rurais.
Por favor me envie uma mensagem privada se você estiver interessado.

three book packages
Dentro de dois dias, o ponto de contato em Pequim recebeu três pacotes de livros:

Para economizar as despesas de transporte, @bring your books to the villages (ou, em português,@traga seus livros para as aldeias) estimulou os seus apoiadores [zh]:

大家好:十分感谢大家的支持,为了节省图书邮寄的费用,是否可以在各地建立随手送书下乡的联系人,1 收集本地的图书, 2 在本地农村的联系有意建立读书室的朋友,3联系本地随手送书下乡活动的志愿者。大家感觉这样可以吗?

Oi, muito obrigado por seu apoio. A fim de poupar a taxa de correspondência, por favor, crie pontos de contato na sua própria região para:
1. coletar livros;
2. contatar amigos que estão dispostos a ajudar a construir as bibliotecas na aldeia;
3. criar pontos de contato para os voluntários que estão dispostos a entregar os livros na aldeia. Você acha que este plano é viável?

Muito rapidamente, dentro de cinco dias, pontos de contato foram criados: Pequim; Chongqin; Changsha; Guangzhou e Wuhan (todos os links são em chinês). Os voluntários também estabeleceram um número de QQ grupos [zh] para coordenar a coleta local de livros e as entregas.

O grupo de internautas @bring your books to the villages (@traga seus livros para as aldeias), em seguida, fez [zh] o seu primeiro apelo para a entrega de livros na cidade de Dabei, em Shunping County, Hebei, em 15 de Maio. Mais de 30 voluntários participaram da ação. @Sesehou é um deles.

Aqui está uma foto [zh] a mostrar a sala de leitura na aldeia:

Reading Room

Wang Qiang postou uma foto do grupo na primeira ação de entrega dos livros em seu Weibo:

Group photo

Logo após o primeiro mutirão de entrega do livro, @bring your books to the villages (@traga seus livros para as aldeias) fez outra chamada [zh] para recolher livros entre 21-22 maio em um hotel em Pequim. O grupo coletou 1.600 livros [zh] em dois dias:

1600 books

Além de realizar as campanhas, @bring your books to the villages também fez uma conta bancária [zh] para recolher doações para a construção de bibliotecas nas aldeias. Cada renda e item de despesa têm sido relatados para a comunidade através da conta oficial no Weibo.

Desde que a conta Weibo oficial foi criada em 3 de Maio, @bring your books to the villages tem coordenado a ação de coleta de livros e de entrega em diferentes partes do país quase todo fim de semana. Em menos de três meses, o grupo de internautas criou 33 pontos de contato [zh] para a coleta de livro e 11 bibliotecas [zh] nas aldeias rurais.

O relatório financeiro do grupo em julho 2011 mostra que ele recebeu até agora um total de RMB 87,858.38 em doações [zh] de internautas.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.