Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Índia: Um Dia Especial para os Genros

Um típica refeição jamai shashthi – Foto Tapas Sen Gupta (www.creativeiris.net), uso sob autorização.

Hoje em dia, é muito comum celebrar dias particulares para pessoas especiais em nossas vidas. Temos um dia das mães, dia dos pais e coisa do tipo. Entretanto, na Índia, as sogras bengalesas tradicionalmente celebram, com grandes comemorações, um costume chamado jamai shashthi [en] – um dia especial para os  jamai [genros].

Neste dia auspicioso, as filhas casadas e os genros são convidados dos pais da esposa e o genro é homenageado, tratados com uma refeição saborosa e mimados com presentes por sua sogra. Os genros sempre ficam ansiosos por este dia e se você visitar Kolkata em meados de junho (que é quando jamai shashthi é geralmente celebrado), existe uma grande chance de você ver homens casados saindo cedo do trabalho para não perder a ocasião em que eles serão tratados como reis pela sogra.

A blogueira Poo chama o  jamai shashthi de ‘dia da diversão’. Ela escreve:

Moms-in-law fast and pray for their son-in-laws. This day earlier meant a lavish lunch at Dida's (maternal grandmother) place where not only dad but all of us got gifts by the truckload… We'd wear new clothes and eat yummy food. It was a day of fun

As sogras rezam pelos seus genros. Este dia antigamente significava o almoço do filho pródigo na casa da Dida (avó materna), onde não só pai, mas todos recebiam muitos presentes. Nós usávamos roupas novas e comíamos pratos deliciosos. Era um dia de diversão.

Em um post iluminado, Kamalika aponta para a “verdadeira razão” deste dia ser celebrado pelos “parentes por casamento”. Ela diz:

It used to be a kind of bribe given to Jamais by their in-laws for keeping their daughters happy.

Costumava ser uma espécie de suborno dado aos Jamais por suas sobras para continuarem a fazer suas filhas felizes.

Aritra oferece uma visão bem humorada sobre os procedimentos deste dia que torna-se fácil saber de os genros são “novos” ou já antigos. De acordo com ele:

its this very interesting custom followed amongst bengali mother in laws where they pamper, feed, gift their son in laws – all in a day! … jamais do fare well in this custom but all depends which model are they – as in a brand new one or the one people often mistakes as the son. brand new ones are less on talking and show some restriction in movements except a constant bowing down to elders to touch their feet and being introduced to whole new faces. they get the same reaction from the people they meet – biyete dekhechilam ..tarpor ei kotah holo (i last saw you in the marriage ceremony…and now we get to talk) . with a sheepish smile he escapes all these and makes his way to the plate and the platter. advice for new ones, do avoid second helpings as the options are too many ! advice for old ones, you know what to avoid already!

then there are gifts! from both the sides. often getting restricted to clothes! but innovations are always welcome! for this one day, your mother in law , if she is the kind, restricts her daughter from interfering and its like the husband (WOW) becomes really important !the rest of the 364 days its always the other way round (ya ya we know)!

é um costume muito interessante seguido pelas sogras bengalesas de mimar, alimentar, presentear seus genros – tudo no mesmo dia! … jamais geralmente vão bem nessa costume, porém tudo depende qual modelo é o deles – um modelo novo ou um que as pessoas costumam confundir como seus próprios filhos. os novos conversam menos e mostram algumas restrições nos movimentos exceto por se curvarem aos mais velhos para tocar seus pés e serem apresentados a rostos novos. eles tem a mesma reação com as pessoas que conhecem biyete dekhechilam ..tarpor ei kotah holo (eu te vi pela última vez na cerimônia do casamento… e agora podemos falar). com um sorriso acanhado ele escapa de tudo isso e faz seu caminho até o prato. um conselho para os novatos, evitem repetir, já que as opções são muitas! conselho para os antigos, vocês já sabem o que evitar!

e ainda tem os presentes! de ambos os lados. sejam discretos com roupas! mas inovações são sempre bem-vindas! para este dia único, sua sogra, se for gentil, restringe sua filha de interferir e é como se o marido (UAU) realmente se tornasse importante! o resto dos 364 dias é sempre do jeito inverso (é é nós sabemos)!

Hoje em dia, a vida anda muito ocupada e as crianças geralmente moram longe de seus pais. Mesmo assim, a celebração do jamai shoshthi continua sobrevivendo, mesmo sofrendo mutações [bn] em alguns casos. Interurbanos são feitos para desejar um bom dia ao genro morando longe, restaurantes na cidade servem refeições jamai shashthi para os bengaleses ocupados que não tem mais tempo ou paciência para todas as delicadezas tradicionais, e pais usam webcam para consultar seus filhos sobre que presente comprar.

Hoje em dia, homens casados também trabalham para merecer o jamai shashthi, satirizam a Kamalika e oferecem conselhos a homens que querem ser festejados pela sua shashuri (sogra):

so to all my guy friends who are married… learn to earn the treat and gifts for Jamai Shoshti, otherwise…. your day might not turn out the way you imagined it in your head! You could say good bye to second helpings, sumptuous food and any respect given to you for that matter! Coz in this world nothing comes for free… So to earn the platter learn to flatter your shashuri and your wife all year long…!

então para todos os meus amigos casados… aprender a merecer os cuidados e presentes do Jamai Shoshti, se não… seu dia pode não ser como imaginou em sua cabeça! Pode esquecer repetir o prato, comidas suntuosas e qualquer respeito a você! Porque neste mundo nada vem de graça… Então mereça o prato, aprenda a elogiar sua shashuri e esposa durante o ano todo…!

É interessante notar como o Jamai Shashthi também é o nome do primeiro filme falado bengalês [en] lançado em 1931. Aritra brinca,

so the son in law added the dimension of sound to an otherwise silent era!

então o genro adicionou a dimensão do som para uma era antes silenciosa!

Crédito da Imagem: Tapas Sen Gupta – Creative IRIS, no Flickr

1 comentário

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.