Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Argentina: Crianças da Ditadura Falam em Documentário Francês Interativo

Os Blogtrotters são um blog de vídeos colaborativos francês que, em seu nono projeto, estão viajando à Argentina para gravar Hijos [Filhos], um documentário coletivo sobre as crianças desaparecidas da ditadura, tentando traçar suas origens até seus pais desaparecidos.

patchwork of black and white portraits of disappeared people

Detidos desaparecidos. Creative Commons por Ha+

No website do projeto, um vídeo introdutório explica o que pretendem fazer com seu documentário online:

Durante sua jornada pela Argentina, eles estiveram constantemente atualizando suas contas do twitter, página do faceboo, postando fotos no flickr e através de posts em seu website de vídeos. à medida que investigavam, capturavam imagens e vídeos ou entrevistavam pessoas,eles recebiam comentários em tempo real, sugestões e geravam conversações que acabaram por determinar o curso que iria tomar o documentário.

Como eles explicaram em seu seite, esta interação com internautas irá extender a iniciativa e ampliar o tema.

Les internautes pourront influencer le processus éditorial. Ils pourront nous suggérer des personnes à voir, des lieux à visiter, ou nous posez des questions. A charge pour nous d’hierachiser ces apports et d’intégrer cette participation sans nuire à la ligne éditoriale générale.

Internautas serão envolvidos no processo de edição . Eles terão a possibilidade de sugerir pessoas a serem entrevistas, lugares a serem visitados ou poderão nos fazer perguntas. Nossa tarefa será a de medir estas contribuições de acordo com sua importância e incluir esta participação sem ferir a linha editorial principal.
Os Blogtrotters estarão na Argentina de 9 a 22 de junho e até agora vários vídeos foram subidos ao site deles, que tem uma opção de tradução mecânica no fim da página, se você não consegue ler francês. Um dos vídeos [fr] nos leva ao Parque de la Memoria, na Argentina, onde milhares de nomes com as idades de quando desapareceram ou foram mortos estão inscritos em paredes de pedra para que as famílias possam prestar homenagens aos seus entes queridos. A inscrição no topo das paredes diz: Estes são os nomes dos que foram mortos e desapareceram, vítimas do terrorismo de Estado, e daqueles que morreram enquanto lutavam pelos mesmos ideais de justiça e direitos iguais.

Eles também visitaram o escritório de uma ONG científica que se dedica a identificar os restos que foram encontrados para poder proporcionar paz de espírito às famílias que esperaram décadas para saber a localização de suas crianças e irmãos. Até agora, 100 dos 500 recém-nascidos que desapareceram enquanto seus pais estavam sequestrados foram encontrados e reunidos com suas famílias. Aqui está a sua entrevista em vídeo, desta vez em inglês:

E nesta outra entrevista de partir o coração [fr], eles falam com Ana Maria Careaga, que foi sequestrada quand tinha apenas 16 anos, e então ela foi solta e deixou o país para oa exílio. Sua mãe, membro do grupo das Mães da Praça de Maio [Madres de la Plaza de Mayo], permaneceu na Argentina e foi morta quando saia da missa na Igreja de Santa Cruz.

Obrigado a Suzanne Lehn pela sua colaboração na tradução de conteúdo para este post.

2 comentários

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.