Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Ucrânia: “Nacionalistas Ucranianos Russófonos”

Neste post [Ru], que gerou mais de cem comentários e que está agora listado como o 4º item mais popular no Yandex Blogs, o usuário do LiveJounal alek-ya explica o que é um “nacionalista ucraniano russófono”:

Hard to believe that it is possible, but such people do exist. I'm one of them, I may say.

[…]

* These are the people who often spend their whole lives speaking Russian, but who think of themselves as Ukrainians and consider Ukraine their Motherland.

* We effortlessly switch from one language to another in conversation: we have friends in all parts of the country.

* When we are abroad and someone asks, “Are you from Russia?” we respond, “No! I'm from Ukraine.

* To another question: “What is your native language?” we reply: “I'm bilingual: Ukrainian and Russian.

* After watching a movie, we try hard to recall what language it was in, Russian or Ukrainian.

* Our keyboards have three [character set options]: Ї [UKR], Ы [RUS], S [ENG].

* We are happy to have our children attend Ukrainian[-language] kindergartens and schools.

* Aggressive attempts by some of our […] officials to impose Ukrainian language frightens us first of all because it may scare people away from Ukrainian.

* For us, [Taras Shevchenko], [Ivan Franko], [Les’ Kurbas] (the list is endless) are [as important] as [Mikhail Lermontov], [Aleksandr Pushkin], [Mikhail Bulgakov].

[…]

“É difícil acreditar que isto seja possível, mas tais pessoas existem. Eu poderia dizer que sou uma delas.

[…]

* Estas são as pessoas que passam suas vidas inteiras falando russo, mas que pensam em si mesmos como ucranianos e consideram a Ucrânia como sua terra mãe.

* Nós passamos de uma língua para a outra sem nenhum esforço dentro de uma conversa: nós temos amigos em todos os lugares do país.

* Quando estamos viajando e alguém nos pergunta, “Você é da Russia?” nós respondemos, “Não! Eu sou da Ucrânia.”

* Quando nos perguntam: “Qual é a sua língua nativa?” nós respondemos: “Eu sou bilíngue: falo ucraniano e russo.”

* Depois de assistir a um filme, nós temos que fazer um esforço para nos lembrarmos em que língua era falado, russo ou ucraniano.

* Nossos teclados tem três [opções de tipo de caractere]: Ї [Ucraniano], Ы [Russo], S [Inglês].

* Nós gostamos que nossas crianças frequentem jardins de infância e escolas falantes [da língua] ucraniana.

* Tentativas agressivas por parte de alguns de nossos […] agentes governamentais para impor a língua ucraniana nos assustam, antes de mais nada, pois podem muito bem fazer com que as pessoas evitem a língua ucraniana.

*Para nós, [Taras Shevchenko], [Ivan Franko], [Les’ Kurbas] (a lista é interminável) são [tão importantes] quanto [Mikhail Lermontov], [Aleksandr Pushkin], [Mikhail Bulgakov].

[…]”

1 comentário

  • Bohdan

    Não foi sem motivos que houveram tantos comentários. Falar russo e ser ucraniano não são coisas mutualmente exclusivas.

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.