Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Cazaquistão: LiveJournal Bloqueado

No dia 7 de outubro, os usuários cazaques do LiveJournal se descobriram incapazes de acessar a popular rede social LiveJournal. Este website é a mais popular plataforma de blogagem das comunidades russófonas da região da antiga União Soviética. Blogueiros do vizinho Quirguistão também foram bloqueados — particularmente aqueles cujos provedores de acesso usam os serviços da KazakhTelecom, a empresa estatal que mantém o monopólio das telecomunicações no Cazaquistão. Funcionários da Kazakhtelecom mantiveram silêncio sobre o assunto por mais de uma semana, e só no dia 15 de outubro negaram [Ru] publicamente qualquer envolvimento na filtragem do conteúdo.

Ao mesmo tempo, o LiveJournal ainda é acessível no Cazaquistão apenas através dos vários provedores independentes de acesso, como 2Day Telecom e Ducat. A grande maioria dos usuários, contudo, está sendo forçada a usar métodos não convencionais de circunvenção de bloqueios para acessar o serviço do LiveJournal e continuar blogando — entre eles o serviço de espelhamento (mirroring) do LJ, mylj.ru, e um punhado de anonimizadores online. Alguns deles estão usando Tor. Os usuários — entre eles muitos jornalistas — conseguiram chamar alguma atenção da mídia para o problema. A Reuters e algumas agências de notícias grandes da Rússia relataram o acontecido. Alguns blogueiros prepararam e enviaram uma carta aberta à diretoria da SUP, a empresa baseada em Moscou que é dona do LiveJournal.

Entre as possíveis razões para o bloqueio estão prováveis problemas técnicos. Contudo, problemas puramente tecnicos não costumam durar por tanto tempo. Os principais rumores a respeito de um motivo político para o bloqueio falam sobre o blogue-diário de Rakhat Aliyev [En], ex-genro do presidente, empresário de mídia e chefe dos serviços especiais. Ele vem sendo repetidamente acusado pelo público de vários atos maliciosos, mas veio escapando de qualquer punição até o ano passado, quando ele eventualmente foi acusado de preparar um golpe, sequestro e extorsão, e foi sentenciado a 40 anos de prisão. Ele então fugiu para Vienna, na Áustria, e esporadicamente usa a internet para publicar material difamatório sobre a elite governante do Cazaquistão. Contudo, o website base, de onde os artigos em seu LiveJournal estão sendo publicados, não está sendo filtrado.

3 comentários

  • marileuza lopes

    Gostaria de saber como tem sido tratado atualmente as imigrações de estudantes em áreas diversificadas: informárica, nutrição, medicina, cultura e educação de estudantes indianos no Cazaquistão. Porque tenho dito dificuldades para comunicar com amigos estudantes de informática e medicina da Universidade de MEDICINA LOCAL DE KARAGANDA- Cazaquistão.
    Ou é apenas uma falha de comunicação do blog, orkut, msn, telefone-telecom entre Brasil e Cazaquistão? É realmente preocupante, para todos os cidadãos do mundo… pelo século XXI e vivendo numa cultura de monopólios e comuniucações? obrigada e feliz 2009!!

  • […] do T.: Este artigo do Global Voices faz uma ligação entre o bloqueio do LiveJournal no Cazaquistão, no ano passado, […]

  • […] do T.: Este artigo do Global Voices faz uma ligação entre o bloqueio do LiveJournal no Cazaquistão, no ano passado, […]

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.