Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Activistas Angolanos continuam privados da sua liberdade, até quando vai durar o pesadelo?

Julgamento dos 17 activistas presos em Angola. Foto: MakaAngola

Julgamento dos 17 activistas presos em Angola. Foto: MakaAngola

A privação da liberdade dos activistas Angolanos não parece ter dias contados. A última decisão do Tribunal Provincial de Luanda foi para que estes permanecessem em prisão domiciliária. O julgamento dos “15+2″ decorre desde Novembro de 2015 e os “15” estão presos desde Junho do mesmo ano. Até quando vai durar o pesadelo?

Segundo a página do Facebook da DW para África:

A decisão do tribunal de manter em prisão domiciliária os ativistas, deixou triste os familiares e outros cidadãos que almejavam ver os ativistas a responderem no julgamento em liberdade. Neste caso se o recurso que a defesa vai entregar for negado, os jovens vão continuar privados de liberdade, presume-se até [à] sentença.

Adelaide Manuel Ade disse na mesma publicação:

Parem com esse papinho de PRISÃO DOMICILIÁRIA, [deem] aos jovens a liberdade definitiva que Eles merecem e com Direito a uma indemnização, é o mínimo que podem fazer por todo esse Teatrinho que os jovens passaram.

Recorde-se que os 15 activistas Angolanos são acusados, pelo Governo, de tentativa de golpe de Estado com recurso à utilização de um livro.