Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Protestos e Lei Marcial no Brooklyn em razão do assassinato de Kimani Gray

Yarisa Colón contribuiu neste artigo.

Sábado, dia 9 de março, Kimani Gray, um jovem afro-americano de 16 anos, morreu nas mãos de dois policiais da cidade de Nova York. Quando a notícia do incidente se espalhou, vários distúrbios se formaram no distrito do Brooklyn, na Cidade de Nova York, por dois dias consecutivos. Com os distúrbios, a comunidade expressou sua indignação ante mais uma que entendem ter ocorrido por motivos raciais. Em resposta às várias vigílias que se transformaram em protestos pela morte de Gray, uma forma de lei marcial (chamada ‘zonas proibidas’) foi decretada em algumas áreas do bairro de East Flatbush.

Segundo o jornal The New Yorker [en], tanto os policiais à paisana, Jovaniel Córdova e Mourad Mourad, como a vítima, já haviam respondido a processos judiciais. Gray havia sido preso várias vezes, mas nunca fora condenado. A polícia da Cidade de Nova York havia pago US$ 215 mil em acordos judiciais em ações contra Mourad e Córdova por buscas ilegais e falsas prisões. O Centro de Direitos Constitucionais ajuizou uma ação [en] contra o Departamento de Polícia de Nova York na qual questiona duas práticas policiais habituais: discriminar pessoas com base na sua aparência (prática conhecida como “perfilamento racial”) e deter pessoas para revistá-las, também com base na sua aparência (prática conhecida em inglês como “stop and frisk”), sem causa justificável.   

O funeral de Gray ocorreu no dia 23 de março de 2013, no Brooklyn. Entretanto, as reações ante a morte do adolescente não se fizeram esperar nas redes sociais, e as hashtags #BrooklynProtests e #kimanigray foram criadas para tratar da tragédia. Aqui está uma compilação de atualizações de blogueiros que se seguiram aos protestos, utilizando a plataforma Tumblr. Uma das críticas mais frequentes nos últimos dias é que a media tradicional ignorou essa importante notícia. Em sua conta no Twitter, Barb Morrison (@barbmorrison) criticou a media convencional por não cobrir essa tragédia. Ela disse:

@barbmorrison: you wont see THIS on CNN. http://uscop.org/the-nypd-declares-martial-law-in-brooklyn/ …  #brooklynprotests

@barbmorrison: você não verá ISTO na CNN. http://uscop.org/the-nypd-declares-martial-law-in-brooklyn/ …  #brooklynprotests

Pablo Muñoz (@Alvy_Singer) fez a seguinte pergunta:

@Alvy_Singer: http://www.nydailynews.com/7-nypd-bullets-killed-teen-kimani-gray-article-1.1287452#bmb=1 … Adolescente de 16 años muerto y 4 días de protestas. ¿Qué está pasando en Brooklyn?

@Alvy_Singer: http://www.nydailynews.com/7-nypd-bullets-killed-teen-kimani-gray-article-1.1287452#bmb=1 … Adolescente de 16 anos morto e 4 dias de protestos. O que está acontecendo no Brooklyn?

Fuerza Morena (@FUERZA_MORENA), do México, escreveu:

@FUERZA_MORENA: Mientras tanto, en el “democrático” EEUU… No cesan las protestas en Brooklyn contra la violencia policial http://youtu.be/yuz-v5x2I2A

@FUERZA_MORENA: Enquanto isso, no “democrático” EUA…  Não cessam os protestos no Brooklyn contra a violência policial. http://youtu.be/yuz-v5x2I2A

O perfil no Twitter de Occupy Wall Street (@OccupyWallStNYC) fez a seguinte comparação:

@OccupyWallStNYC:  There are two sets of laws in this country: one for the rich, and one for the rest of us. #BrooklynProtest #OWS

@OccupyWallStNYC: Existem dois conjuntos de lei neste país: um para os ricos e um outro para o restante de nós.

Abaixo, fotografias dos protestos e vigílias no Brooklyn, cortesia do fotógrafo Javier Soriano (http://www.javiersoriano.com):

Se convoca a una gran marcha en protesta por la muerte de Kimani Gray.

Convocatória de uma grande marcha no dia 24 de março, em protesto pela morte de Kimani Gray.

Una de muchas vigilias en el barrio de East Flatbush en Brooklyn. Foto de Javier Soriano.

Uma das muitas vigílias no bairro de East Flashbush, no Brooklyn. Foto de Javier Soriano.

Residentes en Brooklyn se han manifestado en las calles, y la policía respondió con la ley marcial. Foto de Javier Soriano.

Moradores do Brooklyn se manifestaram nas ruas, e a polícia respondeu com lei marcial. Foto de Javier Soriano.

Se han registrado vigilias en el barrio de East Flatbush en Brooklyn. Foto de Javier Soriano.

Vigílias foram feitas no bairro de East Flashbush, no Brooklyn. Foto de Javier Soriano.

Velas en el barrio de East Flatbush en Brooklyn. Foto de Javier Soriano.

Velas no bairro de East Flatbush, no Brooklyn. Foto de Javier Soriano.

Despliegue de fuerzas policiacas en Brooklyn. Dos policias no-uniformados son acusados de quitarle la vida a Gray. Foto de Javier Soriano.

Fileira de policiais no Brooklyn. Dois policiais sem farda são acusados de tirar a vida de Gray. Foto de Javier Soriano.

Las protestas ante la muerte de Gray comenzaron el pasado sábado 16. Foto de Javier Soriano.

Os protestos contra a morte de Gray começaram no sábado, dia 16 de março. Foto de Javier Soriano.