Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Bolívia: Radiojornalistas queimados em Yacuiba

Todos os links levam a páginas em espanhol, exceto quando informado diferentemente

O radiojornalista Fernando Vidal e a técnica de áudio Karen Arce, ambos bolivianos e trabalhadores da Radio Popular de Yacuiba [pt], cidade na fronteira boliviana com a Argentina, foram atacados [en] por quatro mascarados, na segunda-feira, 29 de outubro de 2012. Os homens lançaram bombas de petróleo dentro da estação, jogaram gasolina sobre Vidal e puserem fogo. Arce também foi ferida com o ataque.

Vidal, gerente e dono da estação de rádio, e Arce estão recebendo tratamento para queimaduras, enquanto avança a investigação sobre o ataque incendiário. As primeiras hipóteses indicam que o ataque pode estar relacionado com as críticas abertas de Vidal à corrupção e o contrabando.

O genro de Vidal, o jornalista Esteban Farfán Romero, tem informado ativamente sobre o estado de saúde de Vidal e as novidades do caso. Na segunda-feira, 29 de outubro, Farfán informou no Facebook:

DENUNCIA GRAVE: Radio Popular de Yacuiba ha sufrido un atentado terrorista. 4 personas con barbijos ingresaron al estudio de la Radio y rociaron gasolina al rostro del periodista Fernando Vidal. Don Fernando Vidal esta siendo atendido en el Hospital. ya esta estable.

DENÚNCIA GRAVE: A Rádio Popular de Yacuiba sofreu um atentado terrorista. 4 pessoas com máscaras entraram no estúdio da rádio e jogaram gasolina no rosto do jornalista Fernando Vidal. Don Fernando Vidal está sendo atendido no hospital. já está estável.

Também publicou fotos da estação de rádio depois do ataque, no Twitter e no Facebook:

Radio station after attack. Image shared by Esteban Farfán Romero via Twitter.

Estação de rádio logo após o ataque. Imagem publicada por Esteban Farfán Romero no Twitter.

Image of radio station after attack. Shared by Esteban Farfán Romero on Facebook

Estação de rádio logo após o ataque. Imagem publicada por Esteban Farfán Romero no Facebook.

Estamos trabajando para reconstruir la Radio. En este momento estamos sacando todo lo quemado para volver al aire como nos dijo don Fernando Vidal antes de partir a Santa Cruz. Asi quedo la Radio después del atentado

Estamos trabalhando para reconstruir a rádio. Nesse momento, estamos removendo tudo que foi queimado, para voltar ao ar, como nos disse Fernando Vidal, antes de partir para a Santa Cruz. Assim ficou a rádio após o atentado

No dia 31 de outubro, Farfan (@EstebanFarfanR) tuitou o último informe sobre as detenções:

@EstebanFarfanR: LO ULTIMO: La Policia acaba de detener al cuarto implicado en al atentado a Radio Popular.

@EstebanFarfanR: ÚLTIMAS NOTÍCIAS: A polícia acaba de deter o quarto envolvido no atentado à Rádio Popular.

Repórteres sem fronteiras [en] tem “acompanhado o progresso que, aparentemente, houve” na investigação do ataque incendiário. Também informam que conversaram com Farfán, que lhes disse que:

Vidal cree que dos funcionarios de gobierno del departamento de Tarija están detrás del ataque. El Ministro del Interior, Carlos Romero, apoya la teoría. El ataque estaba claramente diseñado a parar el programa de Vidal, que ese día estaba dedicado a discutir casos locales de contrabando.

Vidal acredita que dois funcionários do governo do departamento de Tarija estão por trás do ataque. O ministro do interior, Carlos Romero, apóia a teoria. O ataque estava claramente designado a parar o programa de Vidal, que neste dia estava dedicado a discutir casos locais de contrabando

Farfán confirmou que a família compartilha esta teoria em sua conta no Facebook.

O artigo do “Repórteres sem fronteiras” agrega:

Como exalcalde de Yacuiba y concejal municipal, Vidal nunca ha dudado en denunciar la corrupción en el departamento de Tarija y siempre ha criticado la manera en que se ha manejado los fondos públicos a nivel nacional y regional, donde han aumentado significativamente ahora que la región del Chaco está ganando más de 100 millones de dólares al año por la venta de su gas natural.

Como ex-prefeito de Yacuiba e conselheiro municipal, Vidal nunca deixou de denunciar a corrupção no departamento de Tarija, e sempre criticou o modo que tem administrado o dinheiro público a nível nacional e regional, onde esse dinheiro aumentou significativamente agora que a região do Chaco está ganhando mais de 100 milhões de dólares por ano com a venda de seu gás natural.

O governo boliviano, as nações unidas e várias organizações de imprensa condenaram [en] o ataque. Além disso, Farfán informa que os cidadãos de Yacuiba fizeram uma passeata para pedir justiça, e compartilha as fotos dessa passeata no Twitter:

March in Yacuiba

Passeata em Yacuíba, 30 de outubro de 2012. Foto publicada por Esteban Farfán Romero no Twitter.

"No to delinquency", march in Yacuiba, October 30, 2012. Photo shared by Esteban Farfán Romero on Twitter.

Passeata em Yacuíba, 30 de outubro de 2012. Foto publicada por Esteban Farfán Romero no Twitter.

March in Yacuíba, October 30, 2012. Photo shared by Esteban Farfán Romero on Twitter.

Passeata em Yacuíba, 30 de outubro de 2012. Foto publicada por Esteban Farfán Romero no Twitter.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.