Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Timor-Leste: A Perda de um dos Mais Antigos e Estimados Políticos do País

Francisco Xavier do Amaral, também conhecido afectivamente como “Avô Xavier” ou “Avô Xavi”,  sucumbiu à doença na manhã de terça feira, 6 de Março, no hospital nacional em Díli. Tinha 75 anos. Xavier do Amaral foi membro fundador da Fretilin, o partido político por quem leu a declaração unilateral da independência em Novembro de 1975, na véspera da invasão indonésia. (O Arquivo e Museu da Resistência Timorense tem o documento original online.)

Depois de saberem da sua morte, utilizadores do Facebook começaram a partilhar a seguinte entrevista em vídeo de 1975 com a mídia Australiana – da qual se tem a percepção da idade e experiência de Xavier do Amaral na altura, já que ele era mais velho do que a maioria dos jovens estudantes nacionalistas que apaixonadamente formaram a Fretilin.

Xavier do Amaral fez parte da resistência contra a Indonésia que se concentrava nas montanhas, até que foi acusado de traição pela Fretilin em 1977, juntamente com os seus apoiantes que eram principalmente da zona da sua terra mãe, na região montanhosa de Turiscai e Maubisse. (É possível ouvir nos arquivos rádio de “East Timor Calling” uma emissão de Setembro de 1977 [en] no blog Timor Archives.)

Xavier do Amaral foi preso nas montanhas e depois capturado por soldados indonésios e levado como prisioneiro troféu para Jakarta. Ele regressou a Timor Leste depois da saída Indonésia do território queimado em 1999.

Em 2001, foi eleito para a primeira Assembleia Constituinte com o seu partido, ASDT (Associação Social Democrata Timorense) [en], e apoiado com veneração pelas pessoas das montanhas da região central de Timor.

Vista sobre a região de origem de Xavier do Amaral, centro de Timor. Foto da autora.

Vista sobre a região de origem de Xavier do Amaral, centro de Timor. Foto da autora.

Ainda que ele fosse politicamente discreto, a sua influência na política de coligações nos últimos anos não deve ser descurada. No momento da sua morte, Xavier do Amaral era candidato às próximas eleições presidenciais, pela terceira vez consecutiva.

Imediatamente após a notícia da sua morte, no Facebook, o utilizador Baumali Quintao publicou uma foto pública de Xavier do Amaral antes de ser colocado no caixão, o que gerou mais de cem comentários. Adeza Freitas publicou uma foto do carro funerário que levou Xavier do Amaral de volta à sua zona residencial, na marginal de Díli.

Tributos ao Avô da nação

Não páram de chegar tributos desde o Cambodja, às Filipinas, Austrália, Indonésia, Japão e Portugal, através do Facebook, Twitter, blogs e também de comentários no YouTube.

Muitos desejam a Xavier do Amaral uma “boa viagem” para o além em várias línguas, principalmente na própria língua oficial do país, Tétum.

Justin Amaral escreveu publicamente no seu Facebook [tet]:

Husu ba Timor oan sira iha nebe deit atu reza ba ita nia avo francisco Xavier do Amaral nebe fila hikas ona ba aman maromak nia kuana.Francisco Xavier Do Amaral nudar ema ida nebe fo nia vida tomak ba rai Timor Leste […]

Peço ao povo de Timor que reze pelo nosso avô francisco Xavier do Amaral que está a regressar para o lado de Deus. Francisco Xavier do Amaral foi uma pessoa que entregou toda a sua vida à terra de Timor Leste […]

Alzira Mota Pereira deixou um comentário num tributo prestado pela “rede da mulher” timorense, Rede Feto [tet]:

Francisco Xavier do Amaral, nrn nebe Uniku no ema nebe brani tebes hodi kaer no ukun TL iha tempu Krize 75. “Francisco Xavier do Amaral” ita nia naran morin no Sagrada tebes mai ami Timor oan!!! Viva Proklamador, Viva avo Xavier

Francisco Xavier do Amaral, um nome único e uma pessoa que teve a determinação para assumir liderança de TL na Crise de 75 “Francisco Xavier do Amaral” o seu nome é doce e muito sagrado para nós Timorenses!!! Viva ao Proclamador [da independência], Viva o avô Xavier.

Nailorotiris comentou no YouTube:

His charisma, gentleness, honesty and unassuming character will be missed among world leaders.

O seu carisma, honestidade e perfil despretencioso vão deixar saudades entre líderes mundiais.

Nug Katjasungkana escreveu em indonésio [id] no Facebook:

Berdukacita atas meninggalnya Francisco Xavier do Amaral (pejuang pembebasan rakyat Maubere, Ketua Fretilin pertama, Presiden Republik Demokratik Timor-Leste pertama, tawanan politik Pemerintan Republik Indonesia)…

Em luto pelo falecimento de Francisco Xavier do Amaral (o guerrilheiro da libertação do povo Maubere, o primeiro líder da Fretilin, o Primeiro Presidente da República Democrática de Timor Leste, o prisioneiro político da República da Indonésia)…

A ONG Fundasun Mahein escreveu no seu blog em inglês:

Our young nation has lost one of its great elders. […] since the restoration of independence, his role in our struggle for independence has never been truly and properly recognized and valued.

A nossa jovem nação perdeu um dos seus anciãos […] desde a restauração da independência, o seu papel na nossa luta pela independência nunca foi verdadeira e devidamente reconhecido e valorizado.

Os apoiantes de Xavier do Amaral reúnem-se frequentemente na em Díli, na aŕea da sua residência. A journalista freelancer Meagan Weymes descreveu [en] o cenário no seu blog: “família e apoiantes tinham-se reunido fora da casa para prestarem homenage, cantando hinos e chorando”.

O governo timorense tinha declarado o luto nacional até esta quinta feira. Entretanto espera-se que continuem a aparecer imagens das homenagens nos próximos dias, a partir da capital mas também do seu lar, nas montanhas.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.