Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Global: Dia Mundial Contra a Cyber Censura

Detenha a Cyber Censura. Proteja a Liberdade de Expressão Online.

Detenha a Cyber Censura. Proteja a Liberdade de Expressão Online.

A censura na Internet continua a ser uma grande questão em muitos países ao redor do mundo. Com isso em mente, a organização internacional com base em Paris, Repórteres Sem Fronteiras (RSF), está promovendo o evento anual do Dia Mundial Contra Cyber Censura neste 12 de março. Na ocasião, a RSF emitiu sua mais recente lista de “Inimigos da Internet”, onde a China, Arábia Saudita, Vietnam e Tunísia estão entre os exemplos mais proeminentes de países que censuram a web.

Reporters Without Borders will celebrate World Day Against Cyber Censorship on 12 March. This event is intended to rally everyone in support of a single Internet that is unrestricted and accessible to all. It is also meant to draw attention to the fact that, by creating new spaces for exchanging ideas and information, the Internet is a force for freedom. However, more and more governments have realised this and are reacting by trying to control the Internet.

A Repórteres Sem Fronteiras celebrará o Dia Mundial Contra a Cyber Censura em 12 de março. Este evento pretende unir todos em apoio a uma única Internet, irrestrita e acessível a todos. Também é voltada a chamar atenção para o fato de que, ao criar novos espaços para troca de idéias e informação, a Internet é uma força para a liberdade. Entretanto, mais e mais governos têm se dado conta disto e estão tentando controlar a Internet

Dia Mundial Contra a Cyber Censura na Web

O blogueiro jordaniâno Naseem Tarawnah no blog Black Iris pediu às pessoas que se unissem à uma demonstração online para a liberdade de expressão. Ele diz que ao longo dos anos, há traços que sugerem que a Jordânia está se direcionando para tempos difíceis para os usuários da Internet, especialmente porque há “projetos de que o governo pode estar planejando implementar uma “Cyber Lei” para regulamentar o mundo online”. Ele pede aos usuários do Twitter:

For my fellow tweeps, I can only ask that you come together to tweet those posts produced by the blogosphere, or tweet your own messages in support of a free internet. Perhaps we can use the single hashtag of #FreeNetJo to unite our tweets.

Aos meus queridos twitteiros, posso somente pedir que se unam para twitar os posts produzidos na blogosfera, ou twitar suas próprias mensagens em apoio de uma internet livre. Talvez podemos usar uma única hashtag “#FreeNetJo” (Liberte a Internet na Jordânia) e unir nossos tweets.

E como colocou Ramy Raoof no Global Voices Advocacy:

Do you believe in Freedom of Speech?

Do you think its normal to be profiled or tracked while being online?!

Do you think it’s your right to enjoy uncensored Internet search & blogging?

Do you believe in Freedom of Information? Right to Access Information?

Do you want to defend an Internet without restrictions and accessible to everyone at anytime and anywhere?

Support the World Day against Cyber-Censorship, 12 March…

Spread the Word!

Você acredita em Liberdade de Expressão?

Você acha normal ser perfilado e seguido enquando está online?!

Você acha que é seu direito aproveitar de buscas e usar blogs não censurados?

Você acredita em Liberdade de Informação? Direito ao Acesso à Informação?

Você quer defender uma Internet sem restrições e acessível a cada um, a qualquer momento, e em qualquer lugar?

Apoie o Dia Mundial Contra a Cyber Censura, em 12 de março…

Divulgue!

A colaboradora do Global Voices Archana Verma escreveu um post com idéias e opiniões da blogosfera hindu a respeito da liberdade de expressão e censura. Ela complementa:

India doesn't fall in the category of “Internet Black-Holes,” hence Hindi web-writers haven't written much on it because they haven't faced this problem. However, there are some Hindi bloggers who have reflected on press-freedom from different angles.

A Índia não cai na categoria de “Buracos-negros da Internet”, consequentemente os escritores-web hindus não têm escrito sobre isso pois não enfrentaram o problema. No entanto, há alguns blogueiros hindus que refletiram sobre a liberdade de imprensa sob diferentes ângulos.

No Global Voices Online, temos um compromisso em aumentar as vozes que geralmente não são escutadas pela mídia de massa e tradicional. Sabemos que muitos governos não permitem que seus cidadãos usem a web aberta e livremente, praticando a censura e o controle de conteúdo com frequência. Abaixo, podemos ver alguns projetos do Global Voices que promovem liberdade de expressão, cyber-ativismo e transparência online.

Global Voices Advocacy

No Global Voices Advocacy é onde buscamos construir uma rede anti-censura global de blogueiros e ativistas online por todo o mundo em desenvolvimento que se dedica a proteger a liberdade de expressão e acesso livre à informação online. Neste website, você terá acesso à uma miríade de projetos que pretendem ajudar as pessoas na luta contra a censura na web, assim como aprender a blogar anonimamente em áreas onde os usuários da Internet são comumente assediados pelo governo.

Threatened Voices (Vozes Ameaçadas)

Threatened Voices é um projeto de mapeamento colaborativo para construir uma base de dados de blogueiros que foram ameaçados, presos ou assassinados por falar abertamente online, assim como chamar atenção para campanhas que visam libertá-los. Até agora, o Threatened Voices já registrou 213 casos de blogueiros presos ou ameaçados, tal qual o caso de Ahmad Mostafa, um estudante de engenharia na Universidade de Kafr el-Sheikh — o primeiro blogueiro egípcio a ser submetido à uma corte militar por causa de seus artigos no blog.

Technology for Transparency Network (Rede de Tecnologia para Transparência)

No outro lado da moeda, direto do Rising Voices, a Technology for Transparency Network, um novo website interativo que visa registrar iniciativas online que promovem transparência, prestação de contas e engajamento cívico ao redor do mundo é um exemplo de como a liberdade de expressão pode ajudar a monitorar governos e fornecer informações corretas e não-controladas aos cidadãos do mundo em desenvolvimento, assim como observar as movimentações e ações de políticos.

No website, Renata Avila, uma advogada de Direitos Humanos e blogueira da Guatemala, apresentou o caso de #InternetNecesario do México, um protesto online no Twitter e outras redes sociais para lutar contra um imposto sobre a Internet que fora emitido pelo Congresso do México. Este movimento é um exemplo de como uma internet sem censuras pode empoderar os cidadãos à lutar por seus direitos.

A blogueira venezuelana em Paris, Laura Vidal, afirma em seu comentário de avaliação:

This project is an example of how civil society agrees to organize and reunite efforts to respond to a government that acts without consulting, and a press that doesn’t connect the public opinion with the leaders of the country.

Este projeto é um exemplo de como a sociedade civil concorda em organizar e reunir esforços para responder a um governo que age sem consultar os cidadãos, e uma imprensa que não conecta a opinião pública com os líderes do país.

Breaking Borders

Finalmente, o Prêmio Breaking Borders criado pelo Global Voices e Google é uma iniciativa de ambas organizações e com o apoio da Thomson Reuters para honrar projetos da web marcantes iniciados por indivíduos ou grupos que demonstrem coragem, energia e desenvoltura no uso da Internet para promover a liberdade de expressão. O prêmio honrará trabalhos em três categorias: ferramentas que promovem a liberdade de expressão, trabalhos marcantes em política e ativismo ou jornalismo que contribuiram para um argumento ou fala importante; cada um premiado com USD $10,000 (aproximadamente R$ 17.000,00). Os resultados da premiação serão publicados em maio, durante a Conferência Global Voices de Mídia Cidadã 2010.

Nesta data importante para a Internet, esperamos que pessoas lutem por mudança. Esperamos que todos combatam a censura e sensibilizem as pessoas da importância de um ambiente digital livre. Para mais perspectivas a respeito do grande esforço pela liberdade de expressão na web, visite nossa página referente à este assunto.

4 comentários

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.