Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Síria: Protestos pela libertação de presos políticos, 38 detidos

[Todos os links levam a sites em inglês]

Em 16 de março, após um “dia de fúria” na Síria, um grupo de cerca de 150 manifestantes reuniram-se na frente do Ministério do Interior, em Damasco, exigindo a libertação de presos políticos. Segundo a BBC, pelo menos 35 dos manifestantes foram presos. Entre os detidos, estava o ativista de direitos humanos Suhair Atassi. De acordo com @assuss:

#Syria Update: Earlier today Syrian security detained famed human rights activist Suheir Atasi after her interview with #Aljazeera #March15

#Síria Update: Hoje cedo, seguranças sírios detiveram o famoso ativista de direitos humanos Suheir Atasi, depois da entrevista que deu a #Aljazeera em #Março15

No Twitter, os cidadãos informaram a detenção de outras pessoas que participaram dos protestos. @razaniyat relatou:

Wissam Tarif: Nasreen Al Housien is also detained. She is a student at Damascus University, Faculty of Medicine, fifth Year. #Syria

Wissam Tarif: Nasreen Al Housien também está detida. Ela é estudante da Universidade de Damasco, Faculdade de Medicina, quinto ano. #Syria

@wissamtarif observou:

Hasiba Abed Al Rahman aprominent #humanrights defender and writer is also detained. #Syria #March15

Hasiba Abed Al Rahman, proeminente defensor dos #direitoshumanos e escritor também está detido. #Syria #March15

Alguns manifestantes foram libertados pouco depois. Na noite de quarta-feira, @razaniyat confirmou:

Confirmed: Mazen Darwish, detained today at the sit-in, was released few minutes ago. #Syria

Confirmado: Mazen Darwish, detido hoje no protesto, foi libertado há alguns minutos. #Syria

Confirmed: Mymouna Al Ammar was released a few minutes ago as well. So far two detainees were released. #Syria

Confirmado: Mymouna Al Ammar foi libertado há poucos minutos também. Até agora, dois detentos foram liberados. #Syria

No Facebook, um grupo está mantendo a contagem das pessoas detidas, bem como daquelas que já foram libertadas. O número de detentos chega a 38, com confirmação de liberação apenas dos dois citados acima.

Foto do protesto na Praça Marjeh Damasco Square, por @razaniyat

Irritado, o blogueiro sírio Khaled Akbik do Middle Eastern Poles compara a forma como o governo sírio trata seus cidadãos ao tratamento dispensado por Israel aos palestinos, dizendo:

To us, you’re no different than our arch-enemy Israel. You do to us everyday what Israel does to the Palestinians everyday. You abused your powers, enslaved your people and stole from them for more than 40 years. You were given a very long chance to make things better and you failed, now your time is up. Now the Syrian people are saying enough. Go back to where you came from because you have clearly failed to rule a nation in every single aspect. Go home while you still can.

Para nós, você não é diferente do nosso arqui-inimigo Israel. Todos os dias você faz conosco o que Israel faz com os palestinos. Você abusou de seus poderes, escravizou seu povo e lhes roubou mais de 40 anos. Teve uma chance muito longa para melhorar as coisas e não conseguiu, agora seu tempo acabou. Agora, o povo sírio está dizendo que basta. Volte para o local de onde veio, porque você fracassou claramente no governo da nação em todos os aspectos. Vá para casa enquanto ainda pode.

A blogueira egípcia Zeinobia do Egyptian Chronicles disse o que pensa sobre os pequenos protestos sírios:

The March 15 in Syria a can be our January 25 , do not underestimate it. If our dear Syrian brothers and sisters managed to protest till Friday , till the Friday prayers it will be a great triumph. Yesterday sources in Syria speak that not less 300 were arrested during and after the protests.

Still despite these arrests the activists did not give up and decided to protest earlier today in front of the ministry of interior itself , yes the ministry of interior demanding the release of the detainees in a very daring step. The families of the detainees joined them already and that means we are speaking about old ladies , young ladies and children.

O 15 de março na Síria pode ser o nosso 25 de janeiro, não o subestime. Se nossos queridos irmãos e irmãs da Síria conseguirem protestar até sexta-feira, até as orações de sexta, será um grande triunfo. Ontem, na Síria, fontes disseram que pelo menos 300 foram presos durante e após os protestos.
Ainda assim, apesar das prisões, os ativistas não desistiram e decidiram protestar hoje em frente ao próprio Ministério do Interior – isso mesmo, no Ministério do Interior – exigindo a libertação dos detidos em um passo muito ousado. As famílias dos detidos já uniram-se a eles, o que significa que estamos falando de velhas senhoras, mulheres jovens e crianças.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.