Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Summit 2010: Conheça os vencedores do Breaking Borders Award

Para homenagear aqueles que trabalham para promover a liberdade de expressão na Internet, o Google e o Global Voices anunciaram os vencedores do primeiro Breaking Borders Award [Prêmio Quebrando Barreiras].

O prêmio, também patrocinado pela Thomson Reuters, reconheceu os melhores projetos de web feito por indivíduos ou grupos que demonstraram coragem, energia e criatividade no uso da internet para promover liberdade de expressão.

O prêmio, dividido em três categorias: direitos humanos, tecnologia e política, concedeu uma bolsa no valor de USD $10,00o ao vencedor de cada uma delas.

Malou Mangahas das Filipinas, Arcebispo John Baptist Odama de Uganda e Brenda Burrell do Zimbabwe aceitaram o prêmio em nome de suas organizações

Através do Google e Global Voices, da Thomson Reuters e nosso jurados, gostaríamos de parabenizar os vencedores pelas suas iniciativas, criatividade e conquistas para o benefício de cidadãos.

Os vencedores são:

Em Tecnologia:

Bosco – Uganda

Em abril de 2007, o projeto BOSCO foi lançado na intenção de levar através da energia solar, redes de computadores wireless para cobrir locais que faziam parte dos acampamentos do “Internally Displaced Persons” (IDP) [Pessoas Internamente Deslocadas] de Gulu e Amuru, no norte de Uganda. Computadores com baixo consumo de energia e telefones Voip foram instalados nas escolas, centros de saúde e paróquias, levando internet, telefone e conectividade para áreas remotas. A longo prazo, BOSCO pretende levar informações inovadoras e soluções de tecnologia da comunicação (ICT) para promover desenvolvimento social e econômico, e reforçar a paz nas comunidades rurais do norte de Uganda usando uma abordagem colaborativa através da web. Atualmente BOSCO está trabalhando em parceria com Inveneo, Horizont3000, War Child Holland, Arquedicese de Gulu e UNICEF.

Em Política:

The Philippines Center for Investigative Journalism

A agência jornalística independente e sem fins lucrativos PCIJ foi fundada por nove jornalistas filipinos em 1989 – com um espaço emprestado em um escritório, um computador DOS, uma máquina de escrever de segunda mão e móveis comprados no mercado das pulgas – para promover reportagens investigativas de valor para o desenvolvimento de uma boa governabilidade, pela liberdade de expressão e pelo direito dos cidadãos de ter este tipo de informação. Em 20 anos, a PCIJ produziu 500 reportagens investigativas, duas dúzias de livros sobre jornalismo e governabilidade, cinco longa-metragens e dúzias de documentários. Conduziram centenas de seminários de treinamento jornalístico nas Filipinas e no Sudeste da Ásia, e ganhou mais de 120 prêmios nacionais e internacionais. O PCIJ mantem um site multimídia, www.pcij.org; um blog institucional, www.pcij.org/blog; um banco de dados de sites sobre política e governabilidade, i-site.ph; e constas institucionais no Twitter e Youtube.

Em Direitos Humanos:

Kubatana.net
Kubatana, uma comunidade online de ativistas do Zimbábue, usa a internet, email, SMS, blogs e material impresso para disseminar informação para o público geral. Um biblioteca online com mais de 16000 relatórios sobre direitos humanos e um diretório com uma lista de mais de 240 ONGs, fazem do Kubatana uma fonte valiosa de informação no Zimbábue, e não é só isso! Kubatana desenvolveu o “Freedon Fone” [Telefone Livre], um programa (software) inovador de telefonia que casa o telefone celular com menus em áudio e SMS para o benefício dos cidadãos.

O Google e o Global Voices anunciaram os vencedores na ceremônia de premiação durante o Global Voices Summit em Santiago, Chile, entre os dias 6 e 7 de maio.

Mais informações sobre o Summit podem ser encontradas no site: https://summit2010.globalvoicesonline.org/. Mais informações sobre o Breaking Borders award podem ser encontradas no link: http://breakingborders.net/. A cerimônia e o Summit estarão disponíveis em Livestream ou Ustream: https://summit2010.globalvoicesonline.org/program/video/. A cobertura ao vivo do Summit pode ser vista no blog: https://summit2010.globalvoicesonline.org/program/liveblog/. Siga também o Twitter do Summit @gvsummit2010 ou a hashtag #GV2010.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.