Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Irã: Blogando da Menor Escola do Mundo

Aqui está outra história de como blogar pode mudar vidas de uma forma positiva e atrair atenção para partes invisíveis deste mundo.

Abdul Mohammed She'rani, um jovem professor iraniano de uma vila muito remota do Irã, blogou sobre sua minúscula escola e seus quatro alunos [En] da pequena vila iraniana de pescadores de Jamalabad Kalu, próxima à cidade portuária sulina de Bushehr.


Abdul Mohammad She’rani com seus quatro alunos.

E a mídia social fez algo realmente milagroso pela vila e pela escola. A imprensa iraniana e até mesmo a CNN falaram sobre esta vila, e o governo os ajudou com a construção de uma estrada e outras benfeitorias. A UNESCO reconheceu [En] a escola como a menor do mundo. Você pode ver várias fotos da escola aqui [Fa].

CNN fez uma matéria sobre esta escola, que acabou chegando ao YouTube.

O blogue Notes of a teacher as soldier (um blogue em inglês que traduziu alguns dos posts de Mohammad) escreve sobre a primeira experiência do professor com esta escola:

On the first day I became the soldier teacher, a tiny girl with a sweet voice and that lovely southerner modesty came to meet me. She took my hand with her tiny one, encircled with a green bracelet to ward off evil, and showed me Kalou's new school; a school that had no walls and stood just a few steps away from the sea.

“No primeiro dia eu me tornei o soldado professor, e uma pequena garotinha com voz doce e aquela adorável timidez sulina veio me dar as boas vindas. Ela pegou minha mão em sua pequena mão, colocou um bracelete verde para afastar o mal, e me mostrou a nova escola de Kalou; uma escola que não tinha paredes e que ficava a apenas alguns passos do mar.”

Em seu blogue, Abdul Mohmmad escreve [Fa] que certa vez ele deu “Se eu fosse o presidente” como tema para um ensaio a seus quatro estudantes.

One of students wrote, “If I were the President I would help poor people, I would not let anyone lives in poverty… I would provide water and electricity for villages in order to help rural people live a comfortable life like urban ones… I would establish peace between different countries and I would not let powerful countries attack weak ones.”

“Um dos estudantes escreveu, ‘Se eu fosse o presidente eu iria ajudar as pessoas pobres, eu não iria deixar ninguém viver na pobreza… eu iria prover água e eletricidade para as vilas para ajudar as pessoas do campo a viverem uma vida confortável com as da cidade… eu iria estabelecer a paz entre os diferentes países e não deixaria que países poderosos atacassem os mais fracos’.”

Baz Ham Zendegi (que significa “vida novamente) escreve [Fa]:

Abdul Mohammad does not complain about the lack of facilities, difficulties and problems. But he writes about life, love of learning and teaching in any circumstances. He teaches his students that kindness is reigning here and life with all its ups and downs goes one…

“Abdul Mohammad não reclama sobre a falta de recursos, sobre as dificuldades ou problemas. Ele escreve sobre a vida, o amor pelo aprendizado e pelo ensinar em todas as circunstâncias. Ele ensina a seus alunos que a gentileza reina aqui e sobre a vida com todos os seus altos e baixos…”

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.