Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Entre controvérsias, YouTube é lançado no Japão

No fim da semana passada, Google anunciou que estava fazendo uma parceria com seis empresas japonesas [En], dentre as quais SkyPerfecTV e Mixi [Ja], criadora do mais popular software de redes sociais do Japão, para colocar links para conteúdo [Ja] em um novo site do YouTube exclusivamente em japonês de forma a aumentar a presença da empresa no Japão. Mas para a frustração de organizações que lutam pelos direitos de autores e compositores, assim como a de empresas e organizações de direitos autorais, Google planeja continuar com seus planos de usar uma tecnologia de “mapeamento digital” de vídeos. Essa tecnologia de mapeamento digital, que identificaria material sob direitos autorais e permitiria que autores de materiais do tipo encontrem cópias ilegais na internet, tem sido criticada como sendo uma resposta insuficiente para as preocupações sobre violação de direitos atuais.


Foto do blogue Nobuyuki Hayashi

O blogueiro Nobuyuki Hayashi, que escreve no nobilog e também em uma versão em inglês não tão bem atualizada, estava no encontro onde o anúncio da fusão das empresas foi feito. Na sua postagem de 4 de agosto, ele publicou imagens tiradas no encontro, e colocou links para artidos em japanês no ascii.jp, Broadband Watch, CNET Japan e IT Media News. Ele também também disse em linhas gerais do que achava da nova direção do YouTube no Japão, traduzido abaixo.


Foto do blogue Nobuyuki Hayashi

私が、この説明会を感じたことが2つある。

Tive impressões sobre duas coisas nesse encontro explanatório.

1つは、YouTubeの波を利用して、マイナーなメディアとメジャーなメディアの逆転現象が起きたらおもしろい、ということ。

これらの記事でもわかるように、この日はパートナーによるスピーチもあったが、実は私が一番注目したのが東京MX TV。東京ローカルのUHFチャンネルだ。
実は同局では以前からBlog TVなど、一部のコンテンツをYouTubeに掲載している。

Uma delas é que seria muito interessante se, aproveitando a onda [de popularidade] do YouTube, um fenômeno inverso ocorresse entre os grades e pequenos veículos de comunicação.

Como outras artigos acima deixam claro, durante os discursos dos grandes parceiros [no acrodo], o que mais chamou minha atenção foi, na verdade, TokyoMX TV, um canal UHF local de Tóquio.
Na realidade, o mesmo canal tem, por algum tempo, postando parte de seu conteúdo, do Blog TV e etc., no YouTube.

先日、そのBlog TVに出ているFumiさんと「YouTubeに掲載されている動画を見て、海外の人は「東京MX」が「BBC」などと並ぶ、メジャーテレビ局だと思っているかも知れない」という話をしていた。

何せ局の名前が「東京メトロポリタンテレビジョン」だ。なんとも国際的な感じではないか。
おまけにそこの番組が、日本のIT業界の最先端の情報を伝えている。さすが最先端を行く東京のテレビ、という感じがするではないか。
YouTubeで東京MXの動画を見ている海外の人々は、東京MXは知っていても、NHKやいわゆる民放キー局は知らない可能性もある。

Um dia desses, Fumi-san, que figura no Blog TV, estava falando sobre a forma como: “Quando as pessoas de outros países vêem vídos postados no YouTube, eles provavelmente pensam que Tokyo MX é uma grande estação de televisão do porte da BBC.”

O nome da estação é “Tokyo Metropolitan Television”. Que ar de internacional ele tem.
Além disso, programas dessa estação estão transmitindo informações sobre os pioneiros da indústria de IT do Japão. Isso dá a você a impressão de que essa estação de televisão é de Tóquio, uma cidade na vanguarda.
Existe a possibilidade de que as pessoas de outros países que assistem aos vídeos da Tokyo MX no YouTube e assim pensam dessa forma sobre Tokyo MX nem venham a saber da existência da NHK [empresa de teledifusão nacional do Japão] ou das chamadas estações comerciais de TV.

そうしたことを考えながら見ていると、事業説明会での東京MX取締役技術局長の田沼純氏の話がおもしろく聞こえてきた。
田沼氏は「インディーズ・アーティストの作品を映像の契約がクリアになっているものから順次YouTubeにアップしていく」というスライドを掲げてい たが、それに加えて「YouTubeにも動画を出してくれるのなら、ぜひ東京MXに出たい」と言って声をかけてくるアーティストも今後、増えてくるかも知 れない、と言っていた。
東京MXに行けば、ちゃんとしたテレビ用の機材で取材してくれるのに加え、そうしてできあがった番組を首都圏だけでなく、世界に向けて発信してくれるわけだ。
日本語人口(1億2600万人)と英語人口(9億人規模)の違いは今更、比較するまでもないが、YouTubeにしても日本は世界で2番目に利用者が多いかも知れないが、それ以外の国から利用している人の合計はもっと多い。

Tendo isso em mente, eu ouvi o que o membro do conselho administrativo da MX e o chefe do departamento de tecnologia, Tanuma Jun, tinham a explicar no encontro e achei o papo interessante.
Sr. Tanuma mostrou uma projeção indicando que “uma vez que contratos para vídeos de trabalho de artistas independentes forem autorizados, eles são então carregados no YouTube”. Ele também adicionou que, no entanto, existe a possibilidade de que num futuro próximo, haverá um número cada vez maior de artistas dizendo: “Se você carregar meu vídeo no YouTube, eu então gostaria que ele fosse também carregado no TokyoMX”.
O que quer dizer que se um vídeo acabar no Tokyo MX, ele pode então se tornar um matéria legítimo para TV que pode ser selecionado e usado que estações de televisão. Além disso, a transmissão de programas de TV acabados não será direcionada a áreas de Tóquio, mas ao mundo inteiro.
A população do Japão (126 milhões) e aquela do mundo de língua inglesa (900 milhões) nem chegam a se comparar, e enquanto o Japão deve ser a segunda maior audiência no YouTube no mundo, a quantidade de pessoas usando o YouTube em outros países é ainda maior.


Membro do conselho administrativo da MX, Tanuma Jun, discutindo Tokyo MX TV (do blogue Nobuyuki Hayashi)

よく海外にはGoogleのAdSenseでものすごい収入を得ているという人の話を聞く。実際、私のブログも、こちらの日本語のブログよりも英語のブログ(nobilog)の方が更新していないにも関わらず売り上げが大きかった。
しかし、それは別に海外のGoogle AdSenseのワンクリックあたりの売り上げが大きいわけではなく、英語で書いた記事の方が、単純に読む人(毎回読みに来る人や、他のブログからのリン クで読みに来る人、そして検索で読みに来る人)の合計数が圧倒的に多いだけのことだ(ちなみに、その後、AdSenseの配置を最適化したことで、現在で はnobilog2の広告収入の方が上回っている)。

Eu sempre ouço falar de como, em outros países, as pessoas estão fazendo dinheiro através do Google AdSense. Mesmo que a versão em língua inglesa desse blogue (nobilog) tenha sido atualizada com menos frequência do que o blogue em japonês, houve um tempo em que ganhos eram maiores.
No entanto, o motivo para isso não é que os ganhos através do Google AdSense one-click são grandes, mas simplesmente porque há um número imensamente maior de pessoas (gente que vêm para ler cada postagem, gente que chega através de links em outros sites, e gente que chega ao site através de resultados de busca) lendo os artigos escritos em inglês (incidentemente, o algoritimo do AdSense foi depois otimizado, e no momento ganhos através de propaganda no onnobilog2 excedem [os ganhos através do nobilog em inglês]).


Vice presidente do Google, David Eun, discutindo questões sobre direitos autorais (do blogue de Nobuyuki Hayashi)

事業説明会を見て、もう1つ思ったのは、
もしかしたらJASRACら著作権団体は、ゴネ続けることによって、自らの首を絞めたかも知れない、ということ。

Ao ouvir a explicação sobre os negócios no encontro, outra coisa que pensei foi que
talvez, através de suas lamentações sem fim, as pessoas na organização de direitos autorais JASRAC devem ter assinado a próprio sentença de morte.

YouTubeは、今後、著作権管理のための指紋技術を開発し利用していく、と言う。
この指紋技術が、今後、洗練されていき実用レベルになったら。つまり、アップロードされた動画や音声の中に、著作権に違反して再利用しているコンテンツを自動的に認識してくれるようなエンジンが完成したとしよう。
このエンジンは最初のうちはYouTubeでしか使われないが、将来、YouTube以外のWebサイトに違法コンテンツがないかを検索する、海賊版検索エンジンに発展させることだってできるかも知れない。
そうなったとき、果たして世の中に著作権管理団体が必要なのだろうか、というのが私の考えだ。

Eu ouvi dizer que, para gerenciar direitos autorais, YouTube está planejando implementar tecnologia de mapeamento digital [para identificação de conteúdo online].
Isso, quer dizer, se a tecnologia de mapeamento digital venha a ser refinada a um nível que poderia ser usada de forma prática. Em outras palavras, vamos dizer, eles estão tentando finalizar um mecanismo que iria automaticamente reconhecer, entre vídeos e arquivos de áudio que forem publicados, conteúdo que violem as leis de direitos autorais.
Esse mecanismo seria primeiramente usado apenas pelo YouTube, mas no futuro pode ser usado para desenvolver uma ferramenta de busca de pirataria que atuariam também em outros sites além do YouTube para verificar se essas páginas contêm conteúdos ilegais.
Nesse ponto, o mundo realmente ainda precisaria de uma organização em prol dos direitos autorais? É o que acho.

 結局のところ、著作権管理団体が必要になったのは、コンテンツ事業者1社1社が、違法コピーのコンテンツを探して回る余力がなかったから。しかし、指紋 技術で、この作業の手間が大幅に軽減されれば、そうした管理団体は「中抜き」して、コンテンツ提供会社の側で独自に著作権を管理することも可能になるかも 知れない(もちろん、ライブハウスやカラオケ店の違反を検索できるようになるのは、さらに先のことになるかも知れないが…)

No fim das contas, o motivo pelo qual organizações de gerenciamento de direitos autorais são necessárias é que as empresas produzindo material [sob direitos autorais] não têm individualmente a capacidade de ir atrás de cópias ilegais. No entanto, graças ao mapeamento digital, o trabalho necessário para operações do tipo será reduzido drasticamente, o que pode fazer com que essas organizações gerenciadoras sejam colocadas de lado, já que o atravessador não será mais necessário quando for possível que essas empresas produtoras de conteúdo gerenciem seus próprios direitos autorais (claro que o controle de violações em eventos e bares de karaokês é algo que provavelmente vai levar mais tempo…).

この技術革新の先にあるのは、Creative Commonsでも目指しているコンテンツの中への著作権情報の組み込みだろう。
一切、引用ができないコンテンツには「All rights reserved」を、プロモーション目的で、どんどん引用して欲しい情報には、そうした著作権情報を、特定の国や地域でしか再生してはいけないコンテン ツには、そうした情報を、といった具合になっていけば、コンテンツの流通を活性化しつつ、著作権もこれまで以上に守られる世の中に向かっての大きな前進に なるかも知れない。

Parece que essa inovação técnica finalmente levaria a algo que o Creative Commons também se dedica, que é ter informações sobre direitos autorais integradas diretamente ao próprio conteúdo [sob direito autoral].
Se [o proprietário não quiser] que um determinado conteúdo seja citado, da forma que seja, esse conteúdo poderia ser identificado [com a restrição de] “Todos os direitos reservados”; Se [o proprietário de] determinados conteúdos quiser que eles sejam promovidos o máximo possível, então o conteúdo seria identificado como tal; e conteúdos a serem usados em certas regiões ou países podem também ser devidamente identificados. Se as coisas acontecerem dessa forma, a circulação de conteúdos pode aumentar gradualmente, enquanto ao mesmo tempo a proteção de direitos autorais ao redor do mundo passará por um grande avanço.

 

(texto original de Chris Salzberg)

 

 

O artigo acima é uma tradução de um artigo original publicado no Global Voices Online. Esta tradução foi feita por um dos voluntários da equipe de tradução do Global Voices em Português, com o objetivo de divulgar diferentes vozes, diferentes pontos de vista. Se você quiser ser um voluntário traduzindo textos para o GV em Português, clique aqui. Se quiser participar traduzindo textos para outras línguas, clique aqui.

 

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.