Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Bahrain: Deputados pedem deportação de homossexuais

Os deputados de Bahrain apresentaram uma moção para erradicar [en] a homossexualidade no país.

Vlogueiro experiente, Mahmood Al Yousif, que acaba de começar uma nova série de vídeo-blogs chamada M.Report, nós dá a sua opinião sobre a exigência [en] por parte de parlamentates islamitas que a homossexualidade seja banida das escolas de Bahraini e estrangeiros homossexuais sejam deportados:


Ele acrescenta:

Sex is never too far from Islamists’ minds, it seems, especially if they are law makers. This might be because they view their legislative role as nothing more than protecting people from themselves – according to their views anyway – and ensuring that society toes the straight and narrow – again, according to their definitions – in order to prevent them from going to hell and eternal damnation. It could also be for selfish reasons, where they view that with executing that “over-sight” role in parliament and life, they would receive untold brownie points from Allah in Heaven and by that ensure that they can have as much sex as they want then. Deferred payment, if you like. I’m not sure if anyone calculated how much time they spent in parliament discussing what they find objectionable: sex in general, homosexuality, lesbianism, butch girls, you name it, but the amount of time they dedicate to penalising sexual criminals and child rapists is close to zero. The time they spend in ensuring that personal freedoms are sacrosanct, is probably nil, and the time they consumed even discussing changing their own bylaws in order for them to be more effective is zero.

Sexo nunca está muito distante das cabeças islamistas, ao que parece, especialmente da dos legisladores. Pode ser porque eles vêem suas suas funções legislativas como nada mais do que promover a proteção das pessoas contra elas próprias – isso é de acordo com seus próprios pontos de vista – e assegurar que a sociedade siga em linha reta e estreita – novamente, de acordo com suas definições – a fim de impedir que todos venham a parar n inferno e na perdição eterna. É igualmente possível que seja por egoísmo, já que eles consideraram que com a execução de seus papéis de “super-visão” no parlamento e na vida, eles receberiam incontáveis brownie points* de Allah lá no céu e por conta disso garantem que possam fazer tanto sexo quanto queiram. Pagamento adiado, em outras palavras. Não tenho certeza se alguém calculou quanto tempo eles gastaram no parlamento discutindo o que eles consideram censurável: sexo em geral, homossexualidade, lesbianismo, garotas machonas, de tudo, mas a quantidade de tempo a que eles se dedicam a penalizar criminosos sexuais e estupradores de crianças chega perto de zero. O tempo que gastam garantindo que as liberdades pessoais sejam sagrados é provavelmente nulo, e o tempo que eles gastam discutindo a mudança de seus próprios regulamentos
de modo a se tornarem mais eficazes é zero.

[*Nota da tradução: Brownie points é um termo de origem incerta relacionado a uma moeda hipotética, e podem ser acumulados ao se fazer boas ações ou fazendo favores para superiores]

Kawthar, do Mideast Youth [en], não se surpreendeu com a exigência do parlamentar. Ela escreve:

The proposal – which has been ratified by parliament called on:

1.The Interior Ministry to stop granting residence permits to foreign homosexuals

2.The Education Ministry to monitor students, and punishing those who veered towards homosexuality

3.The Industry and Commerce Ministry to monitor massage and hair salons to ensure that they have no closed rooms and that violators be prosecuted

In short, the MPs are calling for the creation of an Orwellian society.

A proposta – que foi ratificada pelo parlamento, apela para:
1. Que o Ministério do Interior pare de garantir residência a homosexuais forasteiros
2. Que o Ministério da Educação monitore estudantes, punindo aqueles que tiverem inclinação para homossexualidade
3. Que o Ministério da Indústria e Comércio monitore salões de beleza e massagem para garantir que não existam salas fechadas e que infratores sejam processados
Em poucas palavras, os parlamentares estão pedindo a criação de uma sociedade Orwelliana.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.