Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Forças da paz envolvidas no desaparecimento de 11 rebeldes na República Centro Africana

Peter Bouckaert [en], director das urgências da Human Rights Watch, relata que as forças de manutenção da paz da União Africana estiveram envolvidas na prisão de pelo menos 11 rebeldes anti-balaka a 24 de Março. Os rebeldes detidos não são vistos desde a sua prisão [en]:

Desde 24 de Março que não há notícias acerca das pessoas que foram presas. Os familiares dirigiram-se à base principal da MISCA (Missão Internacional de Apoio à República Centro-Africana) em Bangui, Camp M’poko, e a todas as esquadras de polícia em Bangui, mas não encontraram os seus entes queridos, que receiam terem sido executados pelos soldados da MISCA, a menos que estes os estejam a manter em local não revelado. Três testemunhas distintas afirmaram que soldados da MISCA prenderam no mínimo mais sete pessoas ao longo da rua principal, provavelmente porque usavam amuletos tradicionais gris-gris associados às milícias anti-balaka. Os seus nomes não são conhecidos, pois não são de Boali.