Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Palestina: Escavadeiras israelenses consideradas responsáveis por cortar comunicação de Gaza

Relatos de um apagão total das telecomunicações estão aparecendo online em Gaza. No Twitter, os usuários estão culpando escavadeiras israelenses pela interrupção. Aqui está parte da conversa.

O egípcio Mohamed El Dahshan estava entre os primeiros a noticiar:

@TravellerW: BREAKING – Israeli bulldozers break cables, sever ALL COMMUNICATIONS- mobile, landline, internet -from Gaza! http://t.co/ASIIQ1W #Palestine

URGENTE – Escavadeiras israelenses destruíram cabos, interrompendo TODA COMUNICAÇÃO – celular, linhas fixas, internet- de Gaza! http://t.co/ASIIQ1W #Palestine

JalalAK_jojo esclarece:

@JalalAK_jojo: Note: It's been almost 6 hours since Gaza went into a sudden communication blackout due to Israeli bulldozers communication networks.

Nota: Já faz quase seis horas desde que Gaza entrou em um apagão súbito de comunicação [causado] por [ação de] escavadeiras israelenses [nas] redes de comunicação.

E o jornalista israelense Joseph Dana se mostra confuso:

@ibnezra: According to reports on twitter, communications from Gaza have been cut off. Unclear if it is Israel which cut them off

De acordo com relatos no twitter, as comunicações de gaza foram cortadas. Incerto se foi Israel quem cortou.

Da Jordânia, Ali Abunimah confere se algum de seus amigos palestinos consegue ler seus tuítes

@avinunu: Friends in Gaza can you read this? Report that Israel has cut off all phone/internet communications

Amigos em Gaza, vocês conseguem ler isto? Relatos de que Israel cortou toda comnicação por telefone/internet

Benjamin Doherty posta, com a mesma preocupação:

@bangpound: I’m checking up on my Gaza tweeps and none have said a thing in the last hour or so…

Estou conferindo meus seguidores em Gaza e nenhum falou nada na última hora ou mais…

E Andy Carvin, estrategista da NPR, respondeu:

@acarvin: @bangpound Twitter proximity search around Gaza. Not much posted. https://twitter.com/#!/search/near%3A%22gaza%22%20within%3A10mi

@bangpound Pesquisa do Twitter de proximidade em volta de Gaza. Não há muito postado. https://twitter.com/#!/search/near%3A%22gaza%22%20within%3A10mi

Dos EUA, Darryl Li tuíta sobre sua tentativa de contactar vários telefones fixos em Gaza, sem muito sucesso.

@abubanda: Have tried dialing multiple landlines in #Gaza via skype, including UN offices, getting error messages — not even ringtones.

Tentei discar para muitos telefones fixos em #Gaza via skype, incluindo escritórios da ONU, recebendo mensagens de erro – os telefones nem tocam

Ele continua:

@abubanda: So far, mobiles in #Gaza I have called have been giving me standard non-service messages

Até agora, os celulares em #Gaza que eu tentei ligar tem me dado as mensagens-padrão de fora de serviço

E meia hora depois, ele acrescenta:

@abubanda: Still not getting any ringtones in #Gaza, except in one high-level UN office (sep network?). Have tried >30 numbers, landlines & mobiles

Ainda sem conseguir sequer que telefones toquem em #Gaza, exceto um escritório de alto nível da ONU (rede separada?). Tentei mais de 30 números, telefones fixos e celulares

Enquanto isso, Leila está com raiva e pede por ação:

@LSal92: Unbelievable! Israel is trying to completely shut off Gaza from the rest of the world. Stop your silence! Speak up! #Gaza

Inacreditável! Israel está tentando desligar completamente Gaza do resto do mundo. Acabem com o silêncio! Protestem! #Gaza

Em um pequeno artigo, Maan News também culpa (Ar) escavadeiras israelenses por cortar cabos e propiciar o apagão.

1 comentário

  • Everson

    israel faz com os palestinos o mesmo que os alemaes fizeram com eles na segunda guerra não aprenderam nada!

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.