Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Egito: Sentença de Quatro Anos para Blogueiro

O blogueiro egípcio Kareem Nabil Sulaiman fez história hoje ao se tornar o primeiro egípcio a ser sentenciado à prisão por artigos escritos em seu blog pessoal. De acordo com relatos da mídia, uma corte de Alexandria julgou-o culpado por insultar a religião islâmica e o presidente Hosni Mubarak, e sentenciou-o a 4 anos de prisão com base em seus escritos na Internet.

Um blog publicado por manifestantes à favor de sua libertação acaba de anunciar:

Dali Ziada, uma ativista dos direitos humanos e blogueira nos informa que Kareem foi sentenciado a 4 anos de prisão: 3 por insulto à religião, e 1 por difamar o presidente. Sua apelação vai ser publicada no sábado por seus advogados, mas fomos informados que não terá muito efeito. Com sorte pode haver alguma redução da pena. Isto é uma péssima notícia para todos nós, e gostaríamos de fazer saber a todos que a luta por sua liberdade vai continuar até que o tenhamos livre.

Global Voices já cobriu o processo de Sulaiman aqui, aqui e aqui.

As denúncias citadas contra Sulaiman, que está preso desde o início de novembro aguardando o julgamento, incluíram: incitação do ódio contra o Islam, divulgação de rumores maliciosos que perturbaram a segurança pública, e difamação do presidente egípcio.

A blogueira e ativista do Bahrain, Esra’a ficou sem palavras ao saber das notícias sobre seu companheiro blogueiro:

“Meu amigo Kareen foi condenado a 4 anos na prisão. 3 anos por sua posição contra o Islam e 1 anos por ‘difamar o presidente’. Não tenho nada a dizer. Não sei se choro ou se chuto alguma coisa para aplacar a raiva… Ele realmente não merece isto”, escreve assim sua angústia.

Mantenha-se ligado… mais reações da blogosfera na sequência…

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.