Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Dércio Tsandzana · Julho, 2015

No mundo dos blogues desde 2008, através de um blogue de música. Comecei a escrever artigos de opinião motivado pelo interesse que ganhei a partir da minha participação em debates e conferências sobre Direito à Informação e Liberdade de Imprensa.

O meu primeiro texto foi publicado no Jornal Notícias em 2012, e no ano seguinte comecei a escrever também para outros jornais nacionais e internacionais.

Actualmente sou Doutorando em Ciência Política na Universidade de Bordeuax (IEP – Sciences Po Bordeaux), em França.

Email Dércio Tsandzana

Últimos posts por Dércio Tsandzana de Julho, 2015

21 Julho, 2015

Economista Moçambicano vai ser julgado por escrever carta aberta ao Presidente

O economista moçambicano, Carlos Nuno Castel-Branco, deve comparecer perante o juiz no dia 03 de Agosto de 2015. É acusado da prática do crime de injúria contra Armando Guebuza, antigo Presidente de Moçambique, por lhe dirigir uma carta aberta.

14 Julho, 2015

Vem aí a terceira edição do TEDxSãoTomé

Nesta terceira edição a organização pretende ir mais longe, desafiando-se a si própria e aos participantes a pensarem de forma criativa. O evento realiza-se sob os 40 anos de independência de São Tomé e Príncipe.

8 Julho, 2015

Moçambique mostra firmeza na luta contra a caça furtiva

Os cornos e os derivados de marfim, incinerados no dia 6 de Julho, são resultado da caça furtiva apreendida pela policia protagonizada em diferentes pontos do país. Contudo a caça furtiva ultrapassa a fronteira sendo difícil a sua prevenção.

2 Julho, 2015

Novo Código Penal moçambicano legaliza o aborto

Moçambique torna-se o quarto país africano a aplicar a despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG).

Luanda é a cidade mais cara do mundo

Apesar da probreza e falta de condições, a cidade de Luanda continua a ser a mais cara do mundo para se viver.