Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Líbia: Cidadãos Relatam do Campo de Batalha

Essa matéria é parte de nossa cobertura especial sobre a Revolta na Líbia 2011. [en]

Vídeos de uma Líbia devastada continuam a ser divulgados, ao passo que manifestantes combatem as forças do Coronel Muamar Kadafi, numa tentativa para derrubar o regime de 42 anos. Aqui está uma seleção dos últimos vídeos feitos por internautas na linha de frente das principais cidades, onde a batalha pela Líbia ainda está sendo travada.

A cidade de Ajdabiya, a cerca 160 quilômetros ao sul de Bengazi, foi invadida por forças de Kadafi, em meados de março. Muitos dos 130 mil moradores fugiram, deixando para trás uma cidade fantasma. Os poucos que resistiram tiveram que suportar um cerco duro e bombardeios diários, numa cidade com privações de água e eletricidade. O vídeo a seguir mostra a destruição sofrida nas áreas civis da cidade. Quando o câmera pergunta ao jovem na rua como ele conseguiu ficar por ali, ele responde: “Nós estamos vivendo em estado de medo”, enquanto levanta a sua mão para demonstrar um sinal de vitória.  (Vídeo postado por benghazi17feb)

Na madrugada de sábado, e na sequência de ataques aéreos realizados pela Coalizão contra as forças de Kadafi, os combatentes pró-democracia puderam entrar na cidade novamente, entregando à oposição a sua primeira vitória desde que a exclusão aérea foi colocada em prática na Líbia.

Az Zintan, 160 quilômetros ao sudoeste de Trípoli, é a cena de uma batalha que ainda não chegou ao fim. As forças de Kadafi têm bombardeado a cidade por vários dias numa tentativa de forçar a saída dos combatentes pró-democracia. No vídeo a seguir, os rebeldes afirmam vitória em posições-chave dos aliados de Kadafi na periferia das cidades disputadas. (Vídeo postado por zintan2011)

Misurata é a terceira maior cidade da Líbia. Foi ocupada por forças pró-democracia em fevereiro, incitando um contra-ataque violento das forças pró-Kadafi. O regime teria enviado navios de guerra para o porto da cidade, usando artilharia pesada, e chegou a ter sucesso no avanço para a cidade em meados do mês de março. A situação em Misurata permanece incerta. Os bombardeios na cidade realizados por aliados de Kadafi continuam, apesar de aviões da coalizão terem forçado a interrupção dos ataques. O vídeo a seguir desmonstra um outro aspecto da violência que a cidade tem sofrido: um minarete (torre de uma mesquita) é o alvo, sendo atacada várias vezes, até finalmente ir ao colapso (vídeo postado por ibnomar2005):

Também da cidade de Misurata, esse vídeo pretende mostrar atiradores posicionados sob telhados (vídeo postado por TheLibyaFreedom):
http://www.youtube.com/watch?v=VY8RqPW9EoI

Bengazi, no leste, é o reduto das forças pró-democracia, onde começou a revolta nos primeiros dias de fevereiro. No dia 18 de março, tropas de Kadafi tentaram retomar a cidade, sendo repelidas por forças da oposição, mas milicianos fiéis ao Líder Líbio continuaram operando dentro da cidade durante a noite. Cidadãos organizaram grupos de vigília para patrulhar e vigiar bairros como é mostrado no vídeo a seguir. (vídeo postado por AliveinLibya):

Trípoli tem sido a fortaleza do regime desde que a revolta começou na Líbia. A TV estatal quer representá-la como uma cidade cheia de leais a Kadafi. O vídeo a seguir demonstra, no entanto, manifestantes claramente se identificando como habitantes da capital e gritando hostilidades ao líder Líbio, enquanto armas de fogo são sustentadas, parecendo ser destinadas a eles. “Eles não estão disparando para o ar”, disse um deles, enquanto outra pessoa é ouvida, pedindo a câmera para continuar filmando. Manifestantes podem ser ouvidos gritando: “Não, Deus, mas Deus, Kadafi é o inimigo de Deus… Onde estão os homens de Trípoli”. (Vídeo postado por QuatchiCanada.)

ATUALIZAÇÃO 29/3: Este vídeo não está mais disponível. Uma nota no YouTube declara: “Este vídeo foi removido pelo usuário”.
Essa matéria é parte de nossa cobertura especial sobre a Revolta na Líbia 2011. [en]

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.