· Novembro, 2017

Notícias sobre Mulheres e Gênero de Novembro, 2017

Treze coisas proibidas (ou desencorajadas) no Tajiquistão

O povo do Tajiquistão é conhecido pela hospitalidade, mas seu governo não. Uma piada comum é que a única proibição que falta é proibir de proibir.

E o vencedor é… Igualdade de casamento entre o mesmo sexo na Austrália!

"Primeiro resultado de uma votação em anos que me fez sentir que pessoas razoáveis, amáveis e compreensivas ainda são a maioria."

Na Índia, desigualdades de classe e gênero impedem justiça para vítimas de assédio sexual

"... o sistema de justiça como um todo está alinhado em manter o patriarcado e o sistema de castas intacto."

Após 10 anos de batalha judicial, única associação LGBT de Moçambique pode estar mais próxima da legalização

Desde 2008, a Lambda teve sucessivos pedidos de registro como "associação" ignorados pelo Ministério da Justiça, órgão encarregado da função de registro de organizações da sociedade civil.

Restaurante administrado por mulheres rompe barreiras no Paquistão

"Anos atrás, a vida das mulheres limitava-se às quatro paredes de casa no bairro de Hazara Town. Já não é mais assim".

Mulheres morrem de parto na Índia rural, onde faltam médicos nos hospitais

Médicos recusam trabalho em pequeno vilarejo na fronteira de Bengala, mesmo com pessoas sofrendo devido à falta de serviços médicos.

Por que noivas tajiques temem as suas sogras antes mesmo do casamento

Cerca de 300 noivas da região de Khatlon denunciaram abuso por parte de suas sogras, nos primeiros nove meses de 2017.

De divindade à mera mortal: deusa viva do Nepal volta à vida normal após nove anos como ‘Kumari’

A súbita transformação de menina em deusa reverenciada tem um alto custo. Ela deve permanecer isolada e calma o tempo todo.

Protesto em concurso de Miss Peru contra feminicídio é aclamado internacionalmente, mas no Peru os aplausos não foram unânimes.

"Se a Latina.pe [Cadeia de Televisão que transmite o concurso] e Miss Peru realmente se preocupassem com o bem-estar das mulheres peruanas e quisessem promover uma mudança poderosa em nossa sociedade violenta e machista, teriam utilizado o tempo de televisão...