Pública - Agência de jornalismo investigativo

A Pública é uma agência independente de jornalismo investigativo que produz reportagens de interesse público e livre reprodução (creative commons) visando à circulação de informação relevante, ao aprimoramento do jornalismo, à qualificação do debate democrático e ao fortalecimento do direito à informação.

apublica.org | @agenciapublica | fb.com/agenciapublica

Email Pública - Agência de jornalismo investigativo

Últimos posts por Pública - Agência de jornalismo investigativo

Milhões de mosquitos transgênicos no céu do sertão viram arma contra dengue no Brasil

Com a promessa de reduzir a dengue, doença que ainda preocupa no Brasil e no mundo, biofábrica de insetos transgênicos já soltou 18 milhões de mosquitos Aedes aegypti no interior da Bahia.

“A Ponte”: canal online debate segurança pública, justiça e direitos humanos no Brasil

Com as manifestações de junho de 2013 o Brasil se deparou com uma realidade que vivia velada no cotidiano das periferias: a violência e os abusos da polícia militar. A existência de esquadrões da morte, milícias paramilitares e o medo...

Com jeitinho brasileiro, povoados sem energia elétrica fazem luz

Na segunda parte da reportagem sobre os brasileiros que não vão ver a Copa do Mundo por não terem energia elétrica, a Pública conta a história de dois povoados e seus moradores, no interior do Ceará: Cafundó e Escondido.

O Brasil que não vai ver a Copa do Mundo

No Brasil, cerca de 242 mil famílias ainda não têm energia elétrica em casa. A reportagem da Pública percorreu 1.300 km no sertão do Ceará para contar a rotina de algumas pessoas que não vão assistir à Copa do Mundo.

50 anos de ditadura no Brasil: Os informes oficiais do torturador francês Paul Aussaresses

Na terceira reportagem da série sobre a presença de Paul Aussaresses, o francês que defendia a tortura, no Brasil, o pesquisador Rodrigo Nabuco revisa seus informes oficiais.

50 anos da ditadura no Brasil: As mãos e olhos franceses na tortura brasileira

Na segunda reportagem sobre os documentos investigados por pesquisador brasileiro, falando da relação de Paul Assauresses com a ditadura no Brasil, vemos como o governo francês colaborou com o regime militar.

50 anos da ditadura no Brasil: Um torturador francês na América do Sul

Documentação obtida por pesquisador na França traz detalhes sobre atividades de Paul Aussaresses, o carrasco de Argel, adido militar no Brasil dos anos 70

‘Não vai ter Copa': Das bandeiras clássicas ao ciberativismo

Pouco antes da segunda manifestação do ano contra a Copa, a Agência Pública falou com alguns dos ciberativistas e manifestantes por trás das articulações que pretendem deter o Mundial à base de protestos.

Brasil: Quem grita ‘Não vai ter Copa’?

"Nossa proposta é barrar a Copa! Mostrar nacionalmente e internacionalmente que o poder popular não quer a Copa!"

Como o dinheiro dos contribuintes brasileiros financia obras na Amazônia

Durante três meses, repórteres da Agência Pública buscaram desvendar a trilha de investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social em projetos de infraestrutura na Amazônia. Veja as principais descobertas nesta animação.

Especialistas vêem 2014 como ano decisivo para a Amazônia

Com o aumento da produção de minérios na Amazônia, uma nova lei na forja, e os impactos sociais que permanecem sem solução, especialistas vêem 2014 como um ano decisivo para a reação popular a megaempreendimentos na região.

Amazônia, uma história de destruição

No passado dia 14 de dezembro a Agência Pública lançou seu primeiro livro-reportagem, Amazônia Pública, com um debate aberto na Praça Roosevelt, em São Paulo.

VÍDEO: Energia hidrelétrica no Rio Uruguai: “Nem tão limpa, nem tão barata”

Reportagem cinematográfica produzida pelo Coletivo Catarse nas hidrelétricas do Rio Uruguai questiona custos reais da energia hidrelétrica no Brasil.

[VÍDEO] 100% Boliviano: ser imigrante em São Paulo

Minidoc coproduzido pela Pública retrata a vida de um imigrante boliviano de segunda geração no centro de São Paulo

IBM no Brasil, vigilância nas ruas: comando e controle

Com a perspectiva dos megaeventos, o Brasil se tornou prioritário para a indústria de vigilância global. Na linha da frente dos centros tecnológicos que concentram as decisões referentes a segurança durante os jogos está a multinacional americana IBM.

Pública - Agência de jornalismo investigativo

Últimos artigos na Pública