Davi Bonela · Junho, 2013

É coeditor dos países de língua portuguesa no Global Voices e participa da revista OCAS”, que é produzida para ser comercializada por pessoas em situação de rua e outros riscos sociais. Também está cobrindo eventos internacionais sediados no Brasil a respeito da construção de uma agenda global de desenvolvimento que considere a erradicação da pobreza e o uso sustentável dos recursos naturais prioridades, com destaque para Cúpula dos Povos e o Fórum Mundial de Ciência.

Email Davi Bonela

Últimos posts por Davi Bonela de Junho, 2013

Leia este post.

Final da Copa das Confederações: Festa no Maracanã, guerra na rua

  30 Junho, 2013

Torcedores comemoram vitória do Brasil, enquanto manifestantes seguem protestos enfrentando a polícia do lado de fora do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A Copa das Confederações termina hoje, domingo, deixando uma interrogação como os protestos irão seguir pelo país.

Leia este post.

Brasil: Escalada de protestos contra aumento do preço do transporte público

  13 Junho, 2013

Polícia usa spray e bombas de gás contra manifestantes do movimento Passe Livre que é contra o aumento da passagem de ônibus na cidade de São Paulo. O reajuste foi estabelecido no último dia 2. Uma onda de protestos tem se espalhado por outros capitais do país, como Rio de Janeiro, demandando que não haja reajustes no preço do transporte público.

Leia este post.

Iêmen: Foco na educação!

Por ser um país onde a taxa de analfabetismo de ambos os sexos (15 anos e acima) é de quase 40 por cento, a educação e o empoderamento das mulheres e dos jovens são duas necessidades imperiosas para qualquer desenvolvimento concreto no Iêmen. Ativistas explicam por que a educação deveria ser um direito e não um privilégio.

Leia este post.

Projetos independentes de ecologia solidária florescem em Porto Rico

  1 Junho, 2013

A ecologia solidária se fortalece a cada dia em Porto Rio, graças as pessoas que trabalham duro para desenvolver projetos independentes. Aqui estão alguns exemplos que confirmam, mais uma vez, que preservar a natureza, cultivar produtos livres de tóxicos e pleitear por sustentabilidade não são sonhos impossíveis.