- Global Voices em Português - https://pt.globalvoices.org -

Milhares de flamingos aparecem mortos na Anatólia Central

Categorias: Oriente Médio e Norte da África, Turquia, Meio Ambiente, Mídia Cidadã, Política

Flamingo morto no lago Tuz. Captura de tela do vídeo [1] de The Independent: “Mortes massivas de flamingos em lago seco da Turquia gravado por um drone”.

O lago Tuz [2] (lago salgado), bacia lacustre fechada na província de Konya, na região da Anatólia Central, é o segundo maior lago da Turquia; abriga [3] muitas espécies endêmicas de aves, insetos, mamíferos e espécies vegetais. Em 2000, foi declarada [4] zona de biodiversidade protegida. Além disso, é o lar temporário de muitas aves migratórias, incluindo os flamingos. O lago é adequado para a incubação e a alimentação, e, também, permite que os flamingos amamentem seus filhotes sem a ameaça de predadores. Os lagos menores, que estão próximos, são fonte de alimentos e nutrição para essas aves.

Por essa razão, todo mês de março, milhares de flamingos migram para o sul do lago Tuz, que ganhou o apelido de “paraíso dos flamingos”. De acordo com [5] o Ministério do Meio Ambiente e Urbanismo, em 2018, nasceram no local um total de 12.746 flamingos e, em 2019, 20.381. A cada ano nascem ali ao menos [6] 10 mil flamingos. Entretanto, a temporada migratória deste ano enfrentou um obstáculo inesperado: cerca de 5 mil filhotes de flamingos foram encontrados mortos [7].

Alguns atribuem [8] as mortes a uma seca que assola a Anatólia Central, área particularmente árida que foi ainda mais afetada pelo aquecimento global. Em 2021, as águas do lago Tuz recuaram [9] quase 10 quilômetros. Alguns filhotes de flamingos não conseguiram alcançar a água e morreram de desnutrição. Mehmet Emin Öztürk, fotógrafo da vida selvagem, disse [9] ao TRT:

This province resembled a paradise for birds. When I came this year, I saw hell instead. Hundreds, if not thousands of flamingos were dead, and the bird population drastically decreased. When I came to this area before, it was a wetland, but now, it is dusty. Almost 10 kilometers of water has receded. This is a great alarm.

Esta província parecia um paraíso para as aves. Quando vim este ano, vi no lugar um inferno. Centenas, senão milhares de flamingos estavam mortos, e a população de aves tinha diminuído drasticamente. Quando vim para esta região antes, era um pântano, mas agora está empoeirado. A água recuou quase 10 quilômetros. Isso é um grande alarme.

Outros mencionaram as práticas agrícolas do país como causa da tragédia deste ano. Os reservatórios colocados nos canais próximos desviam a água do lago [10] e as fontes de água subterrâneas costumam ser superexploradas. Fahri Tunç, vice-presidente da Associação de Fotógrafos de Aksaray, disse [11] ao Demirören Haber Ajansı:

It is said that there is no water left in the water canals in the area, but that is not the case. Rather, they are blocked by erected sets, and through them, waters are redirected to the crop fields. Thus, no water reaches Lake Tuz, and the animals don’t have access to food or water. I am calling on authorities: we should be sensitive to this topic.

Dizem que não tem mais água nos canais da região, mas não é assim. Melhor dizendo, os canais estão bloqueados por estruturas construídas, e por esse meio, as águas são redirecionadas aos campos agrícolas. Assim, a água não chega ao lago Tuz, e os animais não têm acesso a alimentos e água. Faço um apelo às autoridades: devemos ser sensíveis quanto a este tema.

Tunç descreveu [12] a morte das aves como um massacre para os flamingos e para as demais espécies.

View this post on Instagram

A post shared by Fahri Tunc (@fahri.tunc) [13]

Em uma entrevista [12] com Hurriyet Daily News, o presidente da Associação da Natureza da Turquia, Dicle Kılıç, concordou que a culpa é mais das “políticas agrícolas e de irrigação equivocadas” do que da seca.

13 DE JULHO DE 2021 – GENOCÍDIO DE FLAMINGOS DO LAGO SALGADO. Não esqueça… Os responsáveis são aqueles que mataram dezenas de milhares de flamingos, cortaram a água, abriram poços ilegais e usaram as águas subterrâneas. Não podem ser chamados de humanos. Alguém consciente não faria isso. Meu lindo país cheio de inconscientes…
😰
—————-
Não é porque os canais que alimentam o lago tenham secado. Esta é a verdade dos fatos. Tem água nos canais, só que as águas estão bloqueadas para que não cheguem ao lago. Dá para ver no vídeo. Todas essas imagens foram enviadas por nosso amigo Fahri Tunç.

O ministro da Agricultura e Silvicultura, Bekir Pakdemirli, descartou qualquer relação com os reservatórios da área. Durante uma atividade [12] realizada em Istambul, disse [4]:

According to the analysis conducted by the veterinary school of Selcuk University (Konya), there is no sign of poisoning. With less water and increased concentration ratio in the water, we observe deaths of flamingos which are unable to fly. I want to stress that there is no direct or indirect connection between this incident and the wells in the area or the agricultural irrigation.

Conforme a análise realizada pela escola de veterinária da Universidade de Selcuk (Konya), não há sinais de envenenamento. Com menos água e mais concentração na água, observamos a morte de flamingos que não conseguem voar. Quero frisar que não há nenhuma relação direta ou indireta entre este incidente e os poços da região ou a irrigação agrícola.

O governo de Konya publicou um comunicado em seu site, em que dizia [16] que tinha criado uma comissão para investigar a morte massiva de flamingos e prometia encontrar soluções.

Antes e depois.