Armênia e Azerbaijão trocam acusações em retomada dos conflitos

Captura de tela tirada do documentário “In the Shadow of War: Voices from Nagorno-Karabakh”, cortesia de OC Media

Em 28 de julho, a Armênia e o Azerbaijão trocaram fogo, resultando no conflito mais mortal desde que um cessar-fogo negociado pela Rússia colocou fim a 44 dias de guerra entre os dois países, em novembro de 2020. Armênia e Azerbaijão se acusaram mutuamente de ter começado o conflito e violado o acordo de cessar-fogo de novembro.

De acordo com o Ministério da Defesa do Azerbaijão, ao menos dois soldados azeris foram feridos. Já o Ministério da Defesa da Armênia disse que três soldados armênios foram mortos e quatro feridos. Os conflitos mais recentes aconteceram apenas dias após os países terem trocado fogo perto da vila armênia de Yeraskh e da vila azeri de Heydarabad.

Leyla Abdullayeva, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Azerbaijão, disse em um tuite que a Armênia era responsável pelos conflitos recentes.

De acordo com @wwwmodgoval as posições do Exército azeri foram novamente alvo de tiros na região de Kalbajar, na fronteira entre a Armênia e o Azerbaijão. Dois soldados azeris ficaram feridos. A Armênia tem total responsabilidade pela escalada das tensões ao longo da fronteira entre os dois países!

Enquanto isso, o Ministério da Defesa da Armênia disse, “Toda a responsabilidade pelo agravamento da situação é da liderança militar-política do Azerbaijão”. Já o Ministério das Relações Exteriores do país disse, em um comunicado, que “o Azerbaijão deliberadamente começou a escalada dos conflitos”.

Mais tarde, no mesmo dia, os dois lados concordaram em reduzir as tensões em um movimento proposto pela Rússia.

Antes, em julho, a UE e os EUA pediram aos dois lados que reduzissem as tensões.

Eventos profundamente preocupantes continuam na fronteira entre a Armênia e o Azerbaijão. Reiteramos nosso pedido por contenção e separação de forças e diálogo construtivo sobre questões fronteiriças antes que novas baixas aconteçam. A UE está pronta para ajudar os dois lados.

🇺🇸🇦🇲Միացյալ Նահանգները մտահոգված է Հայաստանի և Ադրբեջանի սահմանի երկայնքով գրանցվող միջադեպերով, հատկապես՝…

Posted by U.S. Embassy Yerevan on Tuesday, July 20, 2021

A Embaixada dos EUA está preocupada com os acontecimentos na fronteira entre a Armênia e o Azerbaijão, mais recentemente perto de Yeraskh/Sadarak. Pedimos aos dois lados que reduzam as hostilidades pacificamente e criem espaço para a retomada das negociações substanciais.

A guerra do ano passado tirou ao menos 6.900 vidas. O cessar-fogo assinado em novembro devolveu ao Azerbaijão o controle sobre todos os sete distritos adjacentes e partes de Nagorno-Karabakh, que antes eram controlados por grupos étnicos armênios.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.