Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Esperança para língua nepalesa em iminente extinção diminui com morte de uma das últimas falantes nativas, aos 85 anos

Gyani Maiya Sen com Uday Raj. Foto de Sanjib Chaudhary. Usada sob permissão.

Poucos conheciam Gyani Maiya Sen Kusunda, mas ela era um raio de esperança para os linguistas esperançosos em reviver a língua kusunda, atualmente isolada e moribunda. Em sua casa ao oeste do Nepal, na vila Kulmor, localizada no Distrito Dang, Gyani Maiya faleceu no dia 25 de janeiro de 2020, aos 85 anos.

Gyani era uma das últimas duas pessoas fluentes em kusunda, uma língua falada sem qualquer sistema de escrita. Embora o Censo de 2011 aponte para uma população de 273 kusundas, estudos de campo sugerem que há na verdade apenas 150 vivendo nos distritos da região oeste do Nepal.

Leia também: A conversation with Gyani Maiya Sen, one of the last speakers of a dying Nepali language

Membro da Câmara dos Deputados, Gagan Thapa tuítou:

Com o falecimento de Gyani Maiya Kusunda, uma das duas falantes fluentes do kusunda, a língua sofreu uma perda irreparável. Meu mais sincero respeito à memória de Gyani Maiya Kusunda.

Os kusundas eram caçadores nômades até poucas décadas atrás, quando começaram a se estabelecer em vilas sobretudo no oeste do Nepal. Recentemente, Gyani Maiya ajudou o pesquisador Uday Raj Aaley a conduzir a primeira fase de aulas de kusunda para um grupo de 20 pessoas interessadas em aprender o idioma. Com o objetivo de revitalizar o kusunda, ela não trabalhou apenas com Uday, mas também com pesquisadores como Brian Houghton Hodgson, Johan Reinhard, David Watters, B.K. Rana e Madhav Prasad Pokharel, entre outros.

Leia também: Dicionário pode evitar extinção de idioma no Nepal falado por apenas duas pessoas

O pesquisador Uday Raj Aaley escreveu no Facebook:

देशले एउटा अमूल्य निधि गुमाएको छ । ज्ञानी मैयाँ सेन कुसुण्डामा अद्भूत भाषिक क्षमता थियो । मैले उनीसँग कुसुण्डा भाषाको विविध पक्ष, संरचना, शब्दावलीका बारेमा एक दशकभन्दा बढी काम गरेँ । जीवनका अधिकांश समय गुमनाम बिताएका उनलाई अन्तिम चरणमा मात्र देशले सम्झियो । यसबीचमा स्वदेश र विदेशका प्राज्ञिक व्यक्तित्वहरुले सम्झिए पनि उनीसँग काम गरेका महत्वपूर्ण सामग्रीहरु व्यवस्थित गर्नु पर्ने देखिएको छ । उनले कुसुण्डा भाषाको विकासका लागि पु¥याएको योगदानलाई म सम्मान गर्दछु …

O país perdeu uma personalidade inestimável. Gyani Maiya Sen Kusunda possuía uma capacidade linguística incrível. Por mais de uma década, trabalhei ao lado dela na investigação da estrutura, na composição de um glossário e dos mais diversos aspectos da língua kusunda. Gyani passou grande parte de sua vida no anonimato, e teve a sua existência reconhecida pelo país apenas nos seus últimos momentos. Durante esse tempo, embora acadêmicos nacionais e internacionais tenham a reconhecido, os documentos importantes produzidos com ela necessitam de uma organização cuidadosa. Agradeço a contribuição de Gyani para o desenvolvimento da língua kusunda.

“Agora não há ninguém com quem conversar em kusunda”, lamenta Uday. “Mas ainda temos um pouco de esperança”. Irmã de Gyani, Kamala Sen Khatri, de 50 anos, é fluente no idioma. Precisaremos da colaboração de Kamala para reviver a língua”.

Sangnaan wein (“descanse em paz” em kusunda), Gyani Maiya!

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.