Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Sociedade civil denuncia prisão de 18 delegados políticos em Moçambique

Libertem JÁ | foto usada com permissão do partido Nova Democracia

Dezoito delegados políticos do partido Nova Democracia foram presos no dia 15 de Outubro na província de Gaza sob suspeita de cometerem “ilícitos eleitorais,” de acordo com a polícia local.

Jornal Zambeze destaca o caso dos políticos presos | recorte do autor

Moçambique realizou eleições para presidente, legisladores e governadores provinciais no dia 15 de Outubro. Partidos de oposição e algumas organizações da sociedade civil classificaram o pleito como fraudulento.

Os dezoito membros foram presos no dia da eleição enquanto fiscalizavam o processo. A polícia, juntamente com órgãos eleitorais, os acusam de portarem credenciais falsas.

A prisão dos delegados foi relatada pelo partido na voz de Wilker Dias, um dos candidatos não-eleitos para o cargo de deputado:

JOVENS PRESOS ILEGALMENTE.

Depois do jornalista Amade Abubacar, eis que o regime efectua mais uma prisão ilegal.. ilegal?? Sim ilegal, o mesmo acusa 18 jovens que eram delegados de candidatura do Partido Nova Democracia em Gaza de portar credenciais falsas, em que no entanto foram atribuídas pelos órgãos eleitorais.

Gaza foi um dos palcos de conflito intenso durante a campanha eleitoral, onde para alem das intimidações, danos materiais também houve perdas humanas…curiosamente a Nova Democracia sairia daquele ciclo eleitoral com Deputados eleitos para a Assembleia da Republica apesar dos fantasmas recenseados.

Já Quitéria Guirengane, mandatária nacional do partido, disse a um jornal local que trata-se de um acto de intimidação contra o partido.

O partido também lançou uma iniciativa para envio de cartas de solidariedade:

Hoje iniciamos uma corrente de conforto aos familiares e os respectivos presos políticos do ND. Essa corrente, visa a recolha de cartas com mensagens dos membros, amigos… que directa ou indirectamente compartilham da dor da privação da opressão!

Se sente-se tocado por essa situação, mande já a sua carta para um ou todos presos do ND. A carta, pode ser enviada para o nosso “inbox”, whatsapp, email, na nossa sede ou nas outras delegações!

Sob a hashtag #Gaza18, inúmeras pessoas reagiram à detenção dos delegados, entre elas a activista Cídia Chissungo:

Nelson Machele, estudante na Universidade Eduardo Mondlane, igualmente lançou um apelo para que mais pessoas se juntem ao movimento:

Não pode ignorar mais!
Precisamos de si!

Caro amigo, até quando vai fingir que não vê? Nós precisamos de si, ajude-nos a espalhar a mensagem, do mesmo jeito que partilharia se fosse uma comédia ou qualquer outra coisa fútil.

De igual forma reagiu Ashlenio de Joana numa publicação através do Facebook:

Liberdade aos Presos Políticos

O regime deteve 18Jovens, demonstrou a sua Arrogância, Sua Insensibilidade e escamoteio às Liberdades Democráticas:

• Pelo medo da derrota;
• Pela Intolerância política;
• Pela intolerância ao pensar diferente;
• Pelo seu fracasso;

Presos políticos por temerem a juventude! #LiberdadeJa #Gaza18

A campanha #Gaza18 chegou a outros países africanos, entre eles a República Democrática do Congo:

Participe da campanha #Gaza18 e ajude a espalhar a notícia. Vamos sair da nossa indiferença e quebrar o silêncio para exigir a libertação de 18 jovens presos na província de Gaza em #Moçambique e detidos em condições que não respeitam sua dignidade. #Free18mz

Libertem-nos JÁ | foto usada com permissão do partido Nova Democracia

Igualmente de Uganda surgiram movimentos de apoio em prol da causa dos jovens ora detidos:

#Free18Mz

We join our comrades and civil society to call upon the #Mozambique Government to unconditionally and immediately release the #Gaza18 who were arbitrarily arrested while monitoring the polling station in Chokwé district during the general election. These youth have been detained since 15 october 2019. Justice must be upheld for democracy to prevail @NyusiConfioemti, @DavidKaye @UNHumanRights @UN_SPExperts @ParlamentoMoz

#Free18Mz

Juntamo-nos aos nossos camaradas e à sociedade civil para pedir ao Governo de Moçambique que liberte incondicionalmente e imediatamente dos #Gaza18 que foram presos arbitrariamente enquanto monitoravam a votação no distrito de Chokwé durante as eleições gerais. Esses jovens estão detidos desde 15 de Outubro de 2019. A justiça deve ser mantida para que a democracia prevaleça.

Libertem-nos JÁ | foto usada com permissão do partido Nova Democracia

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.