Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Meses após a devastação do furacão Maria, Dominica lança uma campanha de plantio de árvores. Mas isso será o suficiente?

Árvore de toranja, Dominica. Foto de scottmontreal, CC BY-NC 2.0.

Este post é parte do esforço da Global Voices para rastrear histórias de mídia cidadã de esperança e resiliência após a temporada de furacões no Atlântico de 2017, realizada em parceria com a Fundação Covela e a Organização dos Estados do Caribe Oriental (OECS) para a Caribbean Voice.

A nova iniciativa de plantio de árvores da Dominica está lançando sementes de esperança enquanto os cidadãos se recuperam dos estragos do Maria, o furacão de categoria 5 que atingiu a pequena ilha do Caribe em 18 setembro de 2017. As condições de vida na Dominica têm sido difíceis desde então, pois Maria causou uma extensa devastação. Entretanto, a iniciativa de plantar árvores tem sido vista como um passo pequeno, mas significativo, para o reestabelecimento da normalidade, mesmo que ainda haja muito a ser feito.

O primeiro-ministro Roosevelt Skerrit anunciou a ação em sua página do Facebook, compartilhando fotos de si mesmo e de outros voluntários que participaram do plantio:

Over the weekend I spent some time planting over 80 trees that will one day bear avocados, soursop, carambolas [starfruit] cashews, cocoa, coffee and various varieties of citrus, mangos, guavas and cherries.

I am encouraging every family in Dominica to plant a fruit-bearing tree, because it is important that we continue to feed ourselves as a nation.

Finally, I'd like to remind you that World Environment Day is tomorrow and this year’s theme is ‘Beat Plastic Pollution: If you can’t reuse it, refuse it’.

No fim de semana plantei mais de 80 árvores, que um dia darão abacates, graviolas, carambolas, cajus, cacaus, cafés e diversas variedades de frutas cítricas, mangas, goiabas e cerejas.

Encorajo todas as família na Dominica a plantar uma árvore frutífera, porque é importante que continuemos a nos alimentar como nação.

Finalmente, gostaria de lembrar que o Dia Mundial do Meio Ambiente é amanhã e o tema deste ano é “Acabe com a poluição plástica: se você não puder reutilizar, recuse”.

Em outro post no Facebook, Skerrit compartilhou fotos da azedinha e do plantio de feijão.

Os usuários da rede social elogiaram o primeiro-ministro pelos esforços e investimentos na reconstrução da nação e cobraram a participação de outros membros do partido. Uma usuária do Facebook deixou um comentário na página de Skerrit parabenizando-o pela ação de chamar os cidadãos a consumir alimentos cultivados localmente.

A campanha parece ter funcionado tão bem que alguns internautas estavam com dificuldade para adquirir mudas para o plantio.

No entanto, para os moradores da área rural, a ação parece não ter sido o suficiente. De acordo com o Relatório de Ciclone Tropical do Centro Nacional de Furacões, publicado em abril de 2018, o setor agrícola da Dominica foi largamente eliminado após o furacão Maria e muitas famílias, cujos meios de subsistência dependiam da agricultura, têm enfrentado dificuldades para recuperar suas fontes de renda desde o desastre.

Um perfil do desastre ocorrido na ilha em janeiro de 2018, realizado pelo ACAPSA, uma organização sem fins lucrativos da Noruega que oferece análises humanitárias independentes, revela que, por causa do furacão Maria, “cerca de 24 mil pessoas ficaram em situação severa ou limítrofe de insegurança alimentar”.

The hurricane severely damaged farm housing, irrigation infrastructure, feeder roads, livestock production, forest reserves, and fishing boats. Self-sufficiency has been a priority to speed up the recovery process: the country currently depends on shipments of food relief from regional and international stakeholders. Fast-growing food crops were identified as the priority, including seeds for tomatoes, eggplants, pumpkins, sweet pepper, spinach, lettuce, cabbage, and kale. Four major sites were identified as strategic areas for replanting interventions: Roseau, the Northeast, the Southeast and Portsmouth, with the Portsmouth community, located in the north of the island, being particularly important as it provides the hospital food supply.

O furacão danificou moradias, infraestrutura de irrigação, estradas vicinais e barcos de pesca, além de prejudicar a pecuária e as reservas florestais. A autossuficiência tem sido uma prioridade para acelerar o processo de recuperação: atualmente, o país depende do envio de ajuda alimentar regional e internacional. As culturas de rápido crescimento foram identificadas como prioritárias, incluindo sementes de tomate, berinjela, abóbora, pimentão, espinafre, alface, repolho e couve. Quatro grandes locais foram identificados como áreas estratégicas para intervenções de replantio: Rouseau, o nordeste, o sudeste e Porthmouth. A comunidade de Porthmouth, localizada no norte da ilha, é particularmente importante, pois é responsável pelo fornecimento de alimentos aos hospitais.

No Facebook, Anton Outaway Viville comentou:

The young farmers and even some of the older heads can't afford fertilizers and chemicals to treat our farms. Why can't the farmers be treated better in this little country? We struggle too much to run our little farms with [our] low income. Help us Lord for I know not what the next generation brings😯

Os agricultores jovens, e até mesmos alguns dirigentes mais velhos, não têm condições de comprar fertilizantes e produtos químicos para tratar de nossas fazendas. Por que os agricultores não podem ser melhor tratados nesse pequeno país? Nós lutamos muito para administrar nossas pequenas fazendas com [nossa] baixa renda. Ajude-nos, Senhor, porque não sei o que espera a próxima geração. 😯

A segunda parte da mensagem do primeiro-ministro sobre a poluição do plástico era também urgente para alguns cidadãos. A usuária do Facebook, Elisabeth Wlliams deu algumas sugestões:

Great job well done
However, it is very simple to solve or curb the problem of the plastic pollution Mr. PM
Please put a ban on all Styrofoam and plastic products imports
Then please remove the import duties on the paper products which will replace the plastic usage and reduce the pollution tremendously
Immediate education to the public on the introduction of Recycling – install a recycling plant Stat and implement and execute.
No shop talk. Action.
Reduce. Reuse. Recycle.

Ótimo trabalho
No entanto, é muito simples resolver ou reduzir o problema de poluição do plástico, Sr. Primeiro-Ministro
Por favor, proíba todas as importações de produtos de plástico e isopor
Então, retire a taxa de importação sobre os produtos de papel, que substituirão o uso do plástico e reduzirão a poluição tremendamente
Educação imediata para o público em geral sobre a Reciclagem – instale uma usina de reciclagem estatal, implemente e execute.
Sem conversa fiada. Ação.
Reduza. Reutilize. Recicle.

A internauta Martha Cuffy perguntou:

A practical example of fruits of thy labour. Thank you for mentioning the plastic situation. Can we expect a date soon when plastic bags are banned in Dominica?

Um exemplo prático dos frutos do seu trabalho. Obrigada por mencionar o problema do plástico. Podemos, então, esperar uma data próxima para as sacolas plásticas serem banidas da Dominica?

Ela não recebeu resposta.

Algumas pessoas não ficaram convencidas com a demonstração de comprometimento ambiental, sugerindo que o caso todo era apenas um espetáculo político. Roland Rogers Arnold, usuário do Facebook, desafiou o primeiro-ministro em suas políticas e disse ironicamente:

A practical example of fruits of thy labour. Thank you for mentioning the plastic situation. Can we expect a date soon when plastic bags are banned in Dominica?

Ensinar pelo exemplo… que original. A segurança alimentar é a prioridade número um. Você manteve a Monsanto e o seu glifosato fora da ilha? Salut!

Monsanto foi a polêmica, e gigante, agroquímica dos Estados Unidos recentemente adquirida pela Bayer. Seus produtos, incluindo o glifosato, um potente matador de ervas daninhas, estão conectados à contaminação ambiental, às doenças e até mesmo à morte, particularmente nos países em desenvolvimento, cujas leis podem não ser suficientemente rigorosas para responsabilizar os produtos e práticas perigosas. No entanto, não há confirmação quanto ao uso de seus produtos na Dominica desde a repercussão do Furacão Tropical Erika, em 2015.

Está próxima a temporada de furacões no Atlântico de 2018, e o tempo nos dirá se os esforços de reconstrução e preparação para furacões realizados até agora foram efetivos para a Dominica.

 

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.