Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Artista malaia pinta “Mãe Gaia” para pedir proteção do meio ambiente e dos direitos das mulheres

The Rapture – Acrílico e óleo sobre tela – 61×91,4 cm. Direitos autorais: Jennifer Mourin – 22 de maio de 2017. Imagem usada com permissão.

Uma nova exposição em Penang, na Malásia, exibe os quadros recentes de Jennifer Mourin, uma artista conhecida por promover ativamente a proteção ao meio ambiente por meio da sua arte.

O tema da última exibição de Mourin é “Mãe Gaia”, o qual a artista conceitualizou após ler relatórios preocupantes sobre o estado do meio ambiente. Na mitologia grega, Gaia é conhecida como a deusa da Terra.

Mourin explicou a inspiração para suas pinturas na entrevista para o Global Voices:

My “Mother Gaia” series imbibes the need to take stock of what we are sacrificing in the name of greed, selfishness, over-consumption and so-called economic growth. These new paintings assert the need to respect, protect and defend our planet and her progeny against abuse, exploitation, depletion and death. My personification of Mother Earth in the women I paint surrounded by the animals facing extinction stares people in the eye calling for people to change, for the killings to stop!

A minha série ‘Mãe Gaia’ assimila a necessidade de avaliar o que estamos sacrificando em nome da ganância, do egoísmo, do consumo excessivo e do suposto crescimento econômico. Essas pinturas recentes reforçam a necessidade de respeitar, proteger e defender nosso planeta e sua progênie dos abusos, da exploração, da depleção e da morte. Minha personificação da Mãe Terra é a mulher cercada por animais ameaçados de extinção. Ela encara as pessoas e pede por mudanças, para que as matanças acabem!

In Faith – Acrílico e óleo sobre tela – 91,4×61 cm – Direitos autorais: Jennifer Mourin – 14 de setembro de 2017. Imagem usada com permissão.

Alguns animais em perigo de extinção na Malásia estão representados nas pinturas de Mourin. Ela destacou o tigre-malaio (Harimau Malaya), que é símbolo popular na Malásia, mas que pode desaparecer em breve:

I find it so bitterly ironic that this majestic animal is used as a symbol on the Malaysian coat of arms, is the name of our national football team (Harimau Malaysia), is revered as part of Malaysian identity, but the real life animal is disappearing! The magnificent tiger is dying off because humans hunt, kill and trade in their skin, teeth, meat in some misguided belief that these will give people, especially men, power and sexual prowess– what sacrifice for such foolish vanity, arrogance and selfishness!

Similarly, I also feature the Hornbill. I fondly remember these beautiful birds from my childhood when my family lived in the state of Pahang, and they used to fly around freely close to my home. Malaysia is the home to 10 species of hornbills, and these need to be protected!

Eu acho tão irônico que esse animal majestoso seja símbolo do brasão da Malásia, dê o nome ao nosso time de futebol (Harimau Malaysia), seja admirado como parte da nossa identidade malaia, mas que na vida real esteja desaparecendo! O grandioso tigre está morrendo porque humanos caçam, matam e comercializam suas peles, dentes e carne por causa de crenças equivocadas que dizem que as pessoas, principalmente os homens, ganharão poder e destreza sexual – um sacrifício em virtude da vaidade insensata, da arrogância e do egoísmo!

Eu também incluí o calau. Lembrei-me destes lindos pássaros porque na infância minha família morou no estado de Pahang e esses animais voavam livremente perto da nossa casa. A Malásia é a casa de 10 espécies de calaus e eles precisam ser protegidos!

The Mystery – Acrílico e óleo sobre tela – 50,80×50,80 cm. Direitos autorais: Jennifer Mourin. 13 de abril de 2017. Imagem usada com permissão.

Mourin também enalteceu as mulheres que usam sarongue, uma peça do vestuário indígena do sudeste asiático:

Memories of my mother’s Thai village in the eastern state of Kelantan have turned my love of the sarongs the strong women wore (including my mother, grandmother and villagers) into totems of my artistic identity.

As memórias da vila tailandesa da minha mãe, no estado oriental de Kelantan, reforçaram meu interesse pelos sarongues. Minha identidade artística é representada em totens que simbolizam as fortes mulheres que vestiam a peça (incluindo minha mãe, avó e aldeães).

The Remembering – Acrílico e óleo sobre tela – 61×61 cm. Direitos autorais: Jennifer Mourin – 22 de abril de 2017. Imagem usada com permissão.

Como artista, Mourin também é conhecida por lutar pelos direitos das mulheres. Isso é perceptível em sua nova exposição:

Another recurring theme is women breastfeeding, as I am incredulous at how such a loving, nourishing and nurturing act as breastfeeding is often considered a controversial “obscene” act by society. Mothers deserve to be supported and loved. In the Mother GAIA series, breastfeeding is symbolic of how mother earth provides for us, feeds and sustains us.

As mulheres amamentando é outro tema recorrente. Eu fico incrédula que um ato afetuoso, nutritivo e parental como a amamentação é geralmente considerado pela sociedade como controverso e ‘obsceno’. As mães merecem receber apoio e amor. Na série ‘Mãe Gaia’, a amamentação é uma representação de como a Mãe Terra nos abastece, nos alimenta e nos sustenta.

E por fim, Mourin pede uma ação urgente para cessar a destruição do planeta:

People need to remember how much Mother GAIA gives so all can live and be sustained! Is it any wonder that she will react against humankind's hubris, carelessness and selfishness? We are all in the same boat, and if humankind continues at the pace we are witnessing it will be at our own peril!

As pessoas precisam se lembrar do quanto a Mãe Gaia já ofereceu para que todos pudessem viver e ter sustento! Não é de se imaginar que ela reagirá à arrogância, à negligência e ao egoísmo da humanidade? Estamos todos no mesmo barco e se a humanidade continuar nesse ritmo, vamos testemunhar nossa destruição!

In Gratitude – Acrílico e óleo sobre tela – 91,4×61 cm. Direitos autorais: Jennifer Mourin – 8 de setembro de 2017. Imagem usada com permissão.

As pinturas da Mourin fazem parte de uma exposição mista no Hin Bus Depot Art Centre, em Penang, Malásia.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.