Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

O terremoto que revelou a força e a solidariedade do México

Equipes de resgate fotografadas na Cidade do México, 19 de setembro de 2017. Fotografia usada com permissão.

O México está só começando a contabilizar os danos causados pelo terremoto de magnitude 7.1 que sacudiu a região central do país, incluindo a capital e os estados de Morelos e Puebla, em 19 de setembro.

O abalo ocorreu exatamente 32 anos após o desastroso terremoto de 1985 que tirou centenas de vidas e deixou sua marca na capital e seus habitantes. O número de mortos subiu para 248 e ainda pode subir, mas a devastação mobilizou solidariedade, união e criatividade entre os residentes, tanto no México como no exterior.

Equipes logo organizaram várias missões de resgate, mapearam zonas, compartilharam observações e informações para ajudar os feridos, tomando o centro do palco dentro e fora das redes sociais. Redes on-line atuaram como centros críticos de comunicação em momentos em que desinformação ou conexões perdidas prejudicavam os serviços de resgate.

Posts recentes no Twitter revelam as maneiras pelas quais cidadãos comuns se empenharam para dar apoio durante a crise:

Facebook de Cheko Macías. Compartida con autorización.

Facebook de Cheko Macías. Compartilhado com permissão.

Em momentos como este, eu continuo a acreditar que a grandeza de um povo não está nas instituições. Porque está aqui, nas ruas. Olhares encontrando olhares. Mãos segurando mãos. Corações que não desistem e pedem para que outros continuem batendo. Momentos em que olhamos para frente e percebemos que não somos tão diferentes quanto pensávamos. Pessoas buscando o que lhes pertence: nobreza, esperança, solidariedade, felicidade e o futuro próximo. Desistir não é uma opção. Até o último suspiro.

De fato, cidadãos assumiram o papel principal oferecendo várias formas de apoio e incentivando a participação criativa para ajudar as vítimas:

Pedreiros, jovens do bairro e vizinhos levantaram uma laje de cimento e salvaram uma pessoa em Santa Maria Nativitas.

Lembre-se deste bom México.

O socorro incluiu transporte, mapeamento, reparos, cuidados médicos e apoio psicológico além de missões de busca de resgate com equipes de rastreamento sonoro:

Brigadas distribuindo doações/equipes de bicicletas.

Estamos distribuindo provisões e kits de primeiros socorros em um grupo com 12 motos pela cidade. Estamos chegando a você.

Amigos, se encontrarem rachaduras em suas casas enviem-me fotos para ajudá-los a avaliar.

Estamos oferecendo primeiros socorros psicológicos gratuitos para os afetados pelo terremoto.

Entre em contato em 5662-66-28 ou 5661-39-65.

Mapa com localizações de prédios afetados após o abalo em Puebla e na Cidade do México. Se você tiver informações sobre Morelos, ajude!

O SismoMéxico.org organizou outro mapa de colaboração com informações abertas pesquisáveis por tipo de ajuda oferecida e necessidades específicas das áreas. Iniciativas de verificação também foram organizadas para corrigir informações e mantê-las atualizadas. Por exemplo, as hashtags #Verificado19S e 

Programadores e verificadores passaram a manhã fazendo o mapa mais útil e validando as informações. Aplausos.

Toda vida importa, todo herói também importa

Muitos imigrantes no México deixaram seus temores de lado quanto ao seu status legal no país para mostrar apoio incondicional às pessoas afetadas pelo terremoto. Siete24 reportou que muitos imigrantes saíram às ruas, correndo risco de abuso ou extorsão, “com pás emprestadas e sem receber nada em troca. Eles foram os heróis deste terremoto”.

Não importa onde estamos, somos irmãos e devemos nos ajudar. Hondurenhos ajudando em Oaxaca.  Aguentem firme #Chilango (residentes da Cidade do México) Caramba! #Sismo#CDMX

Animais de estimação e outros animais também foram resgatados:

Confira a lista de veterinários que poderão ajudar animais de graça

Momento do resgate quando cão foi encontrado vivo sob os escombros depois do Sismomexico#sismocdmx#cdmxsismo@MtyFollowpic.twitter.com/CE4m3VQqsC

Existem heróis sem capa. Para aqueles que dizem que não temos que resgatar cães, lembrem-se que há cães resgatando humanos.

Fora da capital

A negligência institucionalizada anterior agravou os danos em áreas ao redor da capital após o terremoto. Em muitos casos, as populações mais vulneráveis, que já precisavam de apoio, sofreram as mais sérias consequências:

@EPN Sr. presidente, não foi dada a atenção necessária a Morelos. Estas fotos me foram enviadas de Jojutla, Morelos

“Caímos duas vezes…nos ergueremos três”

Este terremoto entrará para a história como um dos mais devastadores, mas que também revelou a força do povo mexicano. Em um momento em que a confiança nas instituições mexicanas estão abaladas por escândalos de corrupção e espionagem do governo, o comportamento dos cidadãos não deixa dúvida de quem está no controle na reconstrução da cidade:

Pessoas cantam ‘Cielito lindo’ enquanto ajudam nos trabalhos de resgate na Cidade do México.

Mesmo estando longe você pode ajudar o México. Você pode fazer isso assim:#FuerzaMéxico #AyudaCDMX #SismoMX #HoyPorMorelos #SomosPuebla pic.twitter.com/epzOZJ0E3i

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.