Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Arte no trânsito: conheça os desenhistas de Singapura

Desenho de Alvin Mark Tan, usado com permissão

Eles usam ônibus, aviões e trens tanto para se deslocar quanto para desenhar.

O grupo Commute Sketchers (Desenhistas Itinerantes) do Facebook foi criado há mais de um ano para mostrar o trabalho de quem usa o seu tempo de forma produtiva e desenha o que vê dentro do transporte público. O grupo compartilha não só desenhos de singapurianos, mas também de artistas de outros países.

Professor e artista de Singapura, Erwin Lian, um dos fundadores do Commute Sketchers, explicou por que acha que o sistema de transporte público é uma plataforma ideal para artistas:

I think the public transport system is a very unique and peaceful place. You have this moving box (public transport) with wheels or wings that can contain the greatest diversity, because it is literally taking everyone to a common destination. I find that interesting; the notion of going somewhere together. Also, the fact that there are so many different faces to draw within a small room excites me. I was traditionally trained in fine arts and with dwindling interests in traditional art, the public commute presents a unique, safe and condensed setting to practice what I love.

Acredito que o sistema de transporte público é um lugar único e tranquilo. Você tem essa ‘caixa’ que se move (transporte público) com rodas ou asas, cheia de diversidade, já que está literalmente levando todos para o mesmo destino. Acho interessante a ideia de ir a um lugar em conjunto. Além disso, o fato de haver tantos rostos diferentes para desenhar em um ambiente pequeno me anima. Eu estudei artes plásticas do modo convencional e, com a perda do interesse pela arte tradicional, o transporte público representa um ambiente único, seguro e compacto para fazer o que eu amo.

Ele disse ainda que a ideia para o Commute Sketchers foi inspirada em um programa semelhante do Canadá:

I was very inspired by the Canadian subway and they have this ‘Sketching-the-line’ program where they invite commute sketchers to submit their work and feature them all over the transit. I thought that was such an organic move and very gracious of them to grant advertising space to commute artists.

O metrô canadense foi a minha fonte de inspiração. Eles têm o programa Sketching-the-line (Desenhando-a-linha), que convida os desenhistas itinerantes a enviarem os seus trabalhos e expô-los por todo o trânsito. Foram muito gentis em abrir espaço para os desenhistas mostrarem os seus trabalhos. Foi algo que aconteceu de forma natural.

Desenho de Erwin Lian, usado com permissão

Desenho de Erwin Lian, usado com permissão

Alvin Mark Tan, outro membro do Commute Sketchers, surpreendeu-se com o fato de muita gente não prestar atenção ao que se passa a sua volta quando pega um ônibus ou trem:

That people in general can be so hooked on to their mobile devices, they have no clue that I’m sketching them, or even what is happening around them.

As pessoas estão tão vidradas nos seus celulares que nem se dão conta de que as estou desenhando ou do que se passa a sua volta.

Desenho de Alvin Mark Tan, usado com permissão

Ele também fez um pequeno vídeo instrutivo, delineando os pontos básicos de como desenhar no transporte público:

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.