Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Blogueiro saudita completa cinco anos de cárcere por discutir papel da religião no país

Um dos pôsteres da campanha da Anistia Internacional pela liberdade de Raif Badawi: “Ter um blogue não é crime”. Fonte: Twitter.

Ativistas de direitos humanos voltaram a cobrar a liberdade do blogueiro Raif Badawi, que já cumpriu metade da pena de dez anos a que foi condenado.

Em 2013, um tribunal penal em Jeddah, na Arábia Saudita, condenou Badawi a sete anos de prisão e a 600 chibatadas por “insultar o islã por meio de canais eletrônicos”.

O crime de Badawi foi ter criado o blogue “Liberais da Arábia Saudita” (“Saudi Arabian Liberals”), um fórum online que ele lançou em 2008 para debater o papel da religião nesse reino ultraconservador.

Em 2014, a pena foi aumentada para dez anos e mil chibatadas.

A campanha mais recente foi promovida pela organização de direitos humanos Anistia Internacional. Colaboraram na campanha a esposa de Badawi, Ensaf Haidar, e os três filhos, que atualmente moram em Sherbrooke, Canadá.

Eles publicaram um vídeo com os três filhos cobrando a liberdade do pai.

Dez anos. Mil chibatadas por escrever em um blogue. Hoje fazem cinco anos que Raif Badawi está preso. Seus filhos tem uma mensagem para o rei Salman #FreeRaif

— AnistiaInternacional (@amnesty) 17 de junho de 2017

- Ten years in prison, 1000 lashes, for writing words for peace.
– It’s not fair that our father is in prison. He’s not killed anybody.
– We’ve had enough.
– He just created a blog.
– That’s not illegal.
– We’ve waited too long.
– We need to see our daddy.
– The thing I miss most about my dad…
– is his infectious smile.

- Dez anos na prisão, mil chibatadas, por escrever palavras de paz.
– Não é justo que nosso pai esteja preso. Ele não matou ninguém.
– Basta.
– Ele apenas criou um blogue.
– Isso não é ilegal.
– Já esperamos demais.
– Precisamos ver o papai.
– O que mais sinto falta do papai…
– é seu sorriso contagioso.

No Twitter, a conta da Anistia Internacional do Golfo convidou seus seguidores a enviarem mensagens diretamente para o rei da Arábia Saudita, Salman, pedindo a liberdade do blogueiro.

@Raif_Badawi já cumpriu cinco anos de prisão. Apenas por ter um blogue. Diga ao rei Salman que cinco anos é tempo demais – ele precisa libertar Raif já!

— Anistia Golfo (@amnestygulf) 17 de junho de 2017

Os filhos de Raif também compartilharam mensagens adicionais sobre Raif no site da Anistia.

“Quando partimos para o Canadá, achei que você fosse nos fazer uma surpresa no aeroporto. Mas você não apareceu. Senti raiva”, escreve a filha Najwa, de 14 anos.

“Por tempo demais achei que você tinha nos deixado. Achei que você já não nos amasse ou que não se importasse com a gente. Por tempo demais morri de preocupação pela mamãe. O que seria de nós sem você?”.

Miriam, 10 anos, tinha somente 4 anos quando viu o pai pela última vez. Ela escreveu: “Tento me lembrar de você, da sua voz, dos seus abraços, mas não consigo. Era muito pequenina, sempre agarrada à mamãe, quando você partiu e desapareceu”.

Hoje com 32 anos, Badawi também foi condenado a pagar 1 milhão de riyals sauditas (aproximadamente US$ 266,6 mil). Em janeiro de 2015, ele recebeu 50 chibatadas do total das mil previstas. A segunda leva de açoites foi adiada, devido à saúde debilitada de Badawi.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.