Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

O penteado da Princesa Leia não veio de uma galáxia muito, muito distante

princesa-leia

Princesa Leia, personagem icônico interpretado por Carrie Fisher. Imagem no Flickr pelo usuário Foxspain Fotografía (CC BY 2.0).

No final de 2016, o mundo despediu-se da atriz Carrie Fisher, cuja morte prematura, aos 60 anos, ocorreu em 27 de dezembro, quatro dias após ela sofrer um ataque cardíaco em um voo de Londres para Los Angeles .

Embora ela tenha feito muitos papéis, Fisher ficou mais conhecida por interpretar a Princesa Leia na saga épica Star Wars.

Tão logo a notícia da morte de Carrie Fisher surgiu, as redes sociais de todo o mundo ficaram inundadas de homenagens para a atriz, incluindo milhares, senão milhões de imagens mostrando crianças usando o penteado icônico da Princesa Leia, que você provavelmente reconhece como dois rolos presos em cada lado de sua cabeça.

Em uma entrevista publicada pela revista Time em 2002, George Lucas — o homem que criou Star Wars — disse ter encontrado inspiração nas mulheres da Revolução Mexicana (no início do século 20), conhecidas como soldaderas:

Me incliné hacia un estilo de mujer revolucionaria suroccidental a la Pancho Villa, que es precisamente eso. Los rollos son básicamente de principios de siglo (s. XX) en México.

Usei uma espécie de olhar revolucionário de uma versão feminina Pancho Villa, que é o que ele representa. Esse penteado é da virada do século no México.

Quem eram as soldaderas?

De acordo com Mi Sazón, o nome das mulheres que lutaram na Revolução Mexicana veio da palavra aragonesa soldada, utilizada para chamar o pagamento que elas recebiam em troca de seus serviços:

Las llamadas soldaderas, fueron todas aquellas mujeres mexicanas anónimas que se alistaron a combatir en las fuerzas revolucionarias. Con gran coraje e idealismo lucharon por conseguir una vida digna y mejor para toda la clase obrera campesina, estos trabajadores eran sometidos a las tareas más pesadas, con salarios ínfimos comprometidos casi siempre, por la avaricia indiferente del patrón. Algunas de ellas no esperaron a que las tropas las enlistaran, salieron a su encuentro.

As chamadas soldaderas foram mulheres mexicanas anônimas que se alistaram para lutar com as forças revolucionárias. Com grande coragem e idealismo, elas lutaram para garantir uma vida de dignidade para toda a classe trabalhadora rural, que eram responsáveis ​​pelas tarefas mais difíceis, recebendo um salário baixo, quase sempre expostos ao perigo devido à ganância indiferente do empregador. Algumas dessas mulheres não esperaram pelas tropas para matá-las, saíram em busca das tropas.

Em seu artigo, “Las Soldaderas, Mujeres de Armas Tomar” (Soldaderas, Mulheres Armadas), a historiadora mexicana Elena Poniatowska explicou sua importância:

Sin las soldaderas no hay Revolución Mexicana; ellas la mantuvieron viva y fecunda, como la tierra y la alimentaron a lo largo de los años […], sin ellas los soldados no hubieran comido ni dormido ni peleado”. Como se puede concluir, sus condiciones de vida eran muy duras.

Sem as soldaderas não haveria Revolução Mexicana; elas a mantiveram viva e produtiva, e, como se fosse uma semente, a nutriram ao longo dos anos […], sem estas mulheres, os soldados não poderiam comer, dormir ou lutar.” Como podemos concluir, suas condições de vida eram muito difíceis.

Foram essas mulheres que inspiraram o penteado que George Lucas utilizou no seu maior protagonista feminino. O escritor e professor Eric Tang compartilhou esse post após visitar uma exposição no Museu de Arte de Denver, em Colorado, onde ele viu uma foto que pode provar a origem do penteado.

erictangfacebook

A mulher da foto é Clara de la Rocha, revolucionária, e filha do herói, também revolucionário, Herculano de la Rocha.

No entanto, Tabea Linhard, autora de “Mulheres sem medo na Revolução Mexicana e na Guerra Civil Espanhola”, disse a BBC:

[…] me gustaría decir que el peinado de la Princesa Leia estuvo basado en las ‘soldaderas’ de la Revolución Mexicana, [pero] seguramente ese no fue el caso, [en fotos de esa época], verás mujeres con trenzas largas, algunas con sombreros y, de vez en cuando, se cubren el pelo con una mantilla. […] Así que el peinado de Leia seguramente no era una opción conveniente.

[…] Eu gostaria de dizer que o penteado da Princesa Leia foi baseado nas ‘soldaderas’ da Revolução Mexicana, o que não foi o caso.” […] Se você olhar as fotos deste período, verá mulheres usando longas tranças, algumas usando chapéus, na época, elas cobriam seus cabelos com uma mantilha. […] Então, um penteado como o da Leia, não era, certamente, uma opção conveniente.

Usuários do Twitter deram sua opinião sobre o caso.

Alguns defenderam que era verdade:

Não é uma piada. George Lucas se inspirou nas soldaderas de Pancho Vila para criar o penteado da Princesa Leia

Enquanto alguns outros deram variadas opiniões:

O penteado da Princesa Leia foi inspirado nessas mulheres.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.