Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Campanha de doação de uma cidade sérvia para uma Skopje afetada por cheias prova que solidariedade gera solidariedade

"Skopje's Flooded, Show Solidarity!" Within days of Skopje flood, volunteers in Šabac called upon their citizens to join the relief effort. Photo by @maliremorker, used with permission.

“Skopje está Inundada, Sejam Solidários!” Numa questão de dias depois das cheias em Skopje, voluntários em Šabac apelaram aos seus conterrâneos para que se juntassem aos esforços de socorro. Foto de @maliremorker, usada com permissão.

Poucos dias depois das cheias mortais terem atingido Skopje, a capital da Macedónia, os habitantes da cidade sérvia de Šabac organizaram uma campanha para a doação de alimentos e mantimentos.

A sua solidariedade não foi ao acaso. Šabac foi uma das cidades mais atingidas durante as cheias de maio e abril de 2014, altura em que vastas áreas da Sérvia e da Bósnia Herzegovina foram afetadas. Países vizinhos como a Macedónia forneceram uma enorme quantidade de doações de mantimentos nessa altura, bem como trabalho voluntário.

“Citizens of Šabac, Loznica, Bogatić, Koceljeva, Vladimirac, Krupanj and other cities/municipalities, it is time! Show solidarity to Macedonia and the city of Skopje! We won't forget their aid in 2014!
Gathering of aid on [Friday, Saturday and Sunday] at Hajduk Veljko Street 12 in Šabac.
Recommended donations: hygiene and disinfection utilities, diapers, canned food for children and adults, pasta, underwear, socks, clothes, blankets, sleeping bags, tents. Don't bring money or medicines.
For more information call 061/154-808 and 063/43-73-10
Citizens of Šabac supported by Association Svetlost (Light) and European Environmental Centre “

“Cidadãos de Šabac, Loznica, Bogatić, Koceljeva, Vladimirac, Krupanj e outras cidades/municípios, está na hora! Sejam solidários para com a Macedónia e a cidade de Skopje! Não nos iremos esquecer da sua ajuda em 2014!
Recolha de ajudas na [Sexta, Sábado e Domingo] na Rua Hajduk Veljko 12 em Šabac.
Doações recomendadas: utilitários de higiene e desinfecção, fraldas, comida enlatada para crianças e adultos, massa, roupa interior, meias, roupas, cobertores, sacos-cama, tendas. Não tragam dinheiro ou medicamentos.
Para mais informações contacte 061/154-808 e 063/43-73-10
Cidadãos de Šabac apoiados pela Associação Svetlost (Luz) e Centro Europeu do Ambiente “

Segundo os organizadores da campanha, apesar de ser um fim-de-semana da época de férias, uma altura em que muitos dos habitantes não se encontram na cidade, conseguiram reunir uma carrinha de mantimentos, que irá ser mandada para Skopje daqui a alguns dias. A campanha continuará até ao fim da crise.

Šabac por Skopje

Skopje, a ‘cidade da solidariedade’

Os tempos de crise mostram o melhor e o pior das pessoas. Na Macedónia, há quem esteja a tentar desviar a atenção da questão de quem é responsável pela prevenção de cheias e da resposta insuficiente por parte das autoridades, atiçando as chamas do ódio étnico. Por exemplo, um órgão de comunicação pró-governamental (financiado por anúncios de empresas públicas como as Águas de Skopje) publicou um artigo intitulado “Onde estão os ‘irmãos sérvios’ agora para doarem uma embalagem de água e comida para as famílias afetadas pelas cheias?”

Na verdade, durante a semana depois das cheias, todos os estados dos Balcãs, bem como a União Europeia e alguns dos seus membros, forneceram ajuda através de fundos ou equipas de salvamento. Já para não falar dos próprios esforços dos habitantes de Šabac.

De modo nenhum se trata da primeira vez que Skopje foi beneficiária de ajuda. Antigamente, era conhecida pela “cidade da solidariedade” porque foi construída do zero com ajuda internacional depois do devastador terramoto de 27 de Julho de 1963. Esta ajuda incluiu contribuições tanto do bloco ocidental como do de Leste, colocando temporariamente de lado as animosidades da Guerra Fria.
Nos últimos anos, por volta dessa data, utilizadores macedónios do Twitter têm vindo a publicar fotos, filmes, ou músicas desse tempo com a hashtag #СкопјеСеСеќава (“Skopje Lembra-se”).

Durante o mês de Julho do ano passado, o utilizador do Twitter Yokio San, publicou uma seleção de citações de um livro sobre 1963:

“Skopje must not remain merely a newspaper report of its first sufferings, but must be the responsibility of all of us, of all men who today or tomorrow, through some similar new catastrophe, may become Skopians” – Alberto Moravia, 1963.

“Skopje is not a film, not a thriller where we guess the chief event. It is a concentration of man’s struggle for freedom, with a result which inspires further struggles and no acceptance of defeat.” – Jean-Paul Sartre, 1963.

“My parents told me that Skopje has no schools now. The children have nowhere to study. I did not go to amusement park yesterday. Instead, I used that money to buy some pencils, notebooks and rubbers and I am sending them to you — to a student from Skopje. My parents advised me not to sign this note.” – A pupil from Amsterdam, 1963.

“Skopje suffered an enormous catastrophe, but we shall rebuild Skopje again. With the help of all our community, it will become our pride and a symbol of brotherhood and unity, of the Yugoslav and world solidarity.” – Josip Broz Tito, July 27, 1963.

“This visit enabled me to witness the international solidarity in Skopje which followed the catastrophe seven years ago. I am convinced that such human communication can instigate larger and more efficient international cooperation between countries, cities and villages.” – U Thant, UN General Secretary, 1970.

“Skopje não deve continuar apenas a ser uma reportagem jornalística dos seus primeiros sofrimentos, deve sim ser a responsabilidade de todos nós, de todos os Homens que hoje ou amanhã, através de uma nova catástrofe parecida, se possam tornar Skopianos” – Alberto Moravia, 1963.

“Skopje não é um filme, não é um filme de suspense em que adivinhamos o evento principal. É a concentração da luta do homem pela liberdade, com um resultado que inspira subsequentes lutas e não a admissão de derrota.” – Jean-Paul Sartre, 1963.

“Os meus pais contaram-me que agora não há escolas em Skopje. As crianças não têm onde estudar. Não fui ao parque de diversões ontem. Em vez disso, usei esse dinheiro para comprar alguns lápis, cadernos e borrachas e mando-tos a ti — a um estudante de Skopje. Os meus pais aconselharam-me a não assinar este recado.” – Um aluno de Amesterdão, 1963.

“Skopje sofreu uma catástrofe enorme, mas reconstruiremos Skopje novamente. Com a ajuda de toda a nossa comunidade, tornar-se-á no nosso orgulho e num símbolo de irmandade e unidade, da solidariedade jugoslava e do mundo.” – Josip Broz Tito, 27 de Julho de 1963.

“Esta visita permitiu-me testemunhar a solidariedade internacional em Skopje que se seguiu à catástrofe de há sete anos atrás. Estou convencido de que tal comunicação humana irá incitar a uma maior e mais eficiente cooperação internacional entre países, cidades e aldeias.” – U Thant, Secretário Geral da ONU, 1970.

Traduzido por Leandro Rafael da Silva Oliveira