Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Jornalista Rafael Marques “está livre” da Justiça Angolana

O jornalista e activista angolano, Rafael Marques, foi absolvido de todas as acusações depois de ter chegado a acordo com os representantes dos generais que o acusavam de difamação, confirma a noticia dada pela DW-África:

O processo contra o jornalista angolano Rafael Marques não vai continuar. O ativista e os representantes dos generais angolanos que o acusavam de difamação chegaram esta quinta-feira a entendimento em tribunal. O acordo prevê a “não republicação” do livro “Diamantes de Sangue”, que esteve na origem do processo (…)

O julgamento – que foi adiado por duas ocasiões para averiguação das provas – remonta a 2011, após a publicação do livro Diamantes de Sangue – Corrupção e Tortura em Angola que retrata o processo tenebroso de corrupção e de violação de Direitos Humanos na região diamantífera de Luanda-Norte, em Angola.

As muitas reacções à noticia, registadas no Facebook, congratulam o culminar deste processo mas muitos lembram que o mesmo não deve “corromper” o activista, como refere o utilizador Quintin Med:

É bom esse acordo, porém que não seja para impedir e corromper o activista no ponto de não poder mais exercer devidamente o seu papel importante que desempenha na sociedade, para que haja a transparência e a verdade (…) onde ninguém é privado dos seus direitos!

A jornalista moçambicana da BBC, Zanaida Machado, disse na sua página do Facebook que:

Finalmente, Rafael Marques pode descansar e fazer o seu trabalho à vontade.O jornalista e os representantes dos generais angolanos no processo de difamação sobre violação dos direitos humanos e a exploração diamantífera em Angola chegaram a entendimento em tribunal.

No Twitter, também se registaram reacções à notícia:

Acordo entre as partes encerra julgamento. O livro não deve ser republicado mas pode manter o seu conteúdo original.