Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

São Tomé e Príncipe: Programa de humor “censurado” regressa à televisão

nospor_ca

Caricatura “Nós por Cá”. Author: Memes STP

Após dois anos de afastamento, o programa humorístico “Nós por Cá” regressa à televisão estatal de São Tomé e Príncipe. A sátira recebeu luz verde para regressar à antena em finais de Janeiro do corrente ano.

Em junho de 2013, a Televisão Santomense (TVS) decidiu cancelar a emissão do programa humorístico sem apresentar uma justificação plausível aos telespectadores. O publico, descontente com a decisão da TVS, fez circular nas redes sociais informações que levantavam suspeitas de uma alegada “censura”, devido ao teor da série de humor.

As teses que sustentaram a “censura”, estavam relacionadas com o conteúdo do último programa emitido pela TVS. O mesmo abordava, de forma humorística, questões de foro sensível que vinham de uma maneira ou de outra afectando consideravelmente a sociedade santomense entre 2011 e 2013. Desde suspeitas de um possível tráfico de crianças, a problemas crónicos referentes ao sistema energético, Liberdade de Expressão e, por último, a um escândalo envolvendo a disponibilização de arroz impróprio para consumo humano que levou o governo – em vigor na altura – a retirar o “arroz podre” do mercado. 

O programa foi suspenso por, supostamente, “ter sido ilegalmente disponibilizado na Internet sem que antes fosse transmitido na Televisão Santomense” diz o comunicado divulgado no facebook por aquela estação televisiva.

  Após a divulgação do comunicado varias pessoas mobilizaram-se em protesto tanto nas redes sociais como nas ruas da capital são tomense, tendo havido uma vigília na sede da própria TVS.

A vigília pacífica foi repreendida pela policia, numa operação alegadamente “comandada pelo antigo Ministro de Defesa e Ordem Interna, Oscar de Sousa” e transformou-se numa manifestação nocturna contra a televisão estatal. 

Segundo relatosdenuncias e testemunhos  que circularam, os elementos do programa “Nós por Cá” estiveram detidos e posteriormente postos em liberdade pela Procuradoria da Republica do País.

Áurea Leal , uma das seguidoras atentas do programa comentou:

(…) até quando ,esse humilde grupo que foi ganhando terreno dia após dia fazendo com que a verdade fosse vista por muitos fora do país e não só ao mesmo tempo [despertando] sorrisos em muitos que mesmo não querendo rir [acabavam] rindo todo dia eu sou uma delas(…)

Multiplicaram-se também campanhas online, para que o programa regressasse aos ecrãs, surgindo exortações como: 

«QUEREMOS O PROGRAMA “NÓS POR CÁ” COM O GRUPO OS CRIATIVOS» ..colem isto no vosso mural e baza assim fazer o nosso abaixo assinado.#naoacensura#opovoéquemanda#dispertarsaotome