Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Campanha online em apoio a jovens LGBT na Rússia é chamada de “propaganda gay”

Violence and arrests take over LGBT rally. St. Petersburg, October 12, 201, photo by Roma Yandolin. Demotix.

Violência contra o público LGBT. São Petersburgo, 12 de outubro de 2014, foto de Roma Yandolin. Demotix.

Esta matéria contém links que levam a outras páginas, inclusive em outros idiomas, caso você queira se aprofundar no assunto.

Esta semana as autoridades russas assinaram um tratado que pode ser o maior golpe para os defensores dos direitos LGBT desde que Vladimir Putin assinou a lei de proibição a “propaganda gay”.

Em 7 de novembro, três policiais visitaram a casa de Elena Klimova, coordenadora da comunidade russa online “Crianças-404“, que transmite mensagens de apoio à juventude LGBT em todo o mundo. Semelhante a campanha americana “It Gets Better“, o grupo espalha sua mensagem nas redes sociais Vkontakte, Facebook e YouTube.

Crianças-404 deriva seu nome da mensagem de erro “página não encontrada”, quando determinado site não está acessível. O grupo apoia jovens que se sentem perdidos e marginalizados.

A partir desta semana, o grupo Crianças-404 tem despertado o interesse da polícia russa, que perguntaram a Klimova, entre outras coisas, se o grupo publica pornografia infantil – o que não acontece.

Três dias após a visita da polícia, Klimova recebeu uma mensagem comunicando que Roskomnadzor (Serviço Federal de Supervisão em Telecomunicações, Tecnologias de informação e Comunicação de massa) determinou que o Crianças-404 viola a lei russa “propaganda gay”. Ela é esperada para comparecer no escritório Roskomnadzor no próximo dia 18 de novembro para descobrir quais serão as penas da lei que terá de enfrentar. Como uma organização, Crianças-404 poderá ser multada em mais de R$50.000. Klimova diz temer, na pior das hipóteses, que autoridades possam cometer excessos contra ela, a fim de colocá-la na prisão.

A policia iniciou o processo contra o Crianças-404, em parte, por causa de uma queixa apresentada por Anna Levchenko, líder do projetoelogiado por Vladimir Putin – que pretende combater a violência sexual contra menores. Na prática o grupo parece funcionar como uma cobertura para perseguir aqueles que chegam aos jovens gays. No final de outubro, Levchenko pediu formalmente o procurador geral da Rússia para investigar a página Vkontakte Crianças-404 por violações a lei “propaganda gay” no país.

De acordo com uma carta de Levchenko, seu grupo não apenas cataloga os supostos crimes que ocorrem em Crianças-404, mas ainda se aproximou de alguns dos seus participantes menores de idade para interrogá-los sobre o porquê eles se identificam como gays. Em uma participação na rádio online “Canal Popular Patriótico” no início deste mês, Levchenko também acusou Crianças-404 de tentar minar a Igreja Ortodoxa, citando alguns exemplos de jovens gays que lutam com o “pecado” da homossexualidade e do supostamente conselho anti religioso que receberam de membros da comunidade Crianças-404.

Lena Klimova, Facebook.

Escrevendo no LiveJournal, a fundadora do Crianças-404 diz que contestará a decisão do Roskomnadzor no tribunal, mas não mostra muito otimismo sobre as chances de derrubar a decisão. Ela conclui seu post LJ com uma nota de desespero, dizendo:

ЧТО ТЕПЕРЬ ДЕЛАТЬ? Жить дальше. Имеет ли смысл (как это делают наши оппоненты) завалить Роскомнадзор письмами о том, что наш проект полезный, важный, нужный и вам / кому-то помог? Я не знаю. Имеет ли смысл создавать петиции и выходить на акции? Я не знаю. В конечном счёте каждый человек делает то, что сам считает нужным, и да будет так.

O QUE FAZER AGORA? A vida continua. Será que faz sentido escrever cartas para Roskomnadzor (como os nossos adversários gostam de fazer), dizendo que o nosso projeto é útil, importante, necessário e útil para as pessoas? Eu não sei. Será que faz sentido começar uma petição ou encenar um protesto? Eu não sei. No final, todo mundo faz o que acha ser necessário, e que assim seja.

É difícil subestimar o efeito que a repressão sobre Crianças-404 pode ter. A comunidade LGBT é um dos grupos mais caluniados, menos respeitados na sociedade russa. Segmentar o Crianças-404 irá desencorajar muitos jovens LGBT na Rússia a partir em busca de apoio durante a adolescência, momento em que muitas vezes eles mais precisam.

O ataque contra Crianças-404 pode até privar alguns jovens da ajuda que poderia impedi-los de se machucar. Ironicamente, Roskomnadzor tem a função de proteger as crianças de tendências ao suicídio associadas pela Internet. A guerra contra os gays, ao que parece, supera essa missão.

Tradução editada por Davi Padilha Bonela como parte do projeto Global Voices Lingua.