Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Polícia iraniano condenado a 3 anos de prisão pela morte de um blogger

O agente interrogador da Polícia Cibernética iraniana Akbar Taghizadeh foi sentenciado a três anos de prisão, dois dos quais em exílio, e a 74 chicotadas pelo homicídio do blogger dissidente Sattar Beheshti [en], que morreu sob tortura enquanto se encontrava detido pela polícia, em novembro de 2012. “Na quarta-feira de tarde, dia 6 de agosto, as notícias da sua sentença chegaram-nos por e-mail. Porém, nós não aceitamos isto. É cobarde e injusto”, afirmou Gohar Eshghi, a mãe de Beheshti, numa entrevista [en] à Campanha Internacional para a Defesa dos Direitos Humanos no Irão. Muitos utilizadores do Twitter que seguem a história em #SattahBeheshti hashtag expressaram desaprovação semelhante em relação à sentença.