Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Quino vence Prémio Príncipe das Astúrias de Comunicação e Humanidades 2014

Mafalda

Mafalda no metro de Buenos Aires. Imagem no Flickr do utilizador xomorrito. CC BY-SA 2.0

Possivelmente a notícia de que Joaquín Salvador Lavado Tejón foi galardoado com o Prémio Príncipe das Astúrias em Comunicação e Humanidades [es] não chama muito a atenção. Contudo, se lermos que o conhecido cartoonista argentino Quino foi premiado, o mais provável é que a imagem de uma certa menina idealista, utópica e algo pessimista nos venha à cabeça.

Quino, o criador de Mafalda, entre outras bandas desenhadas humorísticas, foi anunciado como vencedor do Prémio Príncipe das Astúrias de Comunicação e Humanidades no dia 21 de Maio de 2014, em Oviedo, Espanha.

O blogue AdriBosch's Magazine, anunciou a notícia [es] e também partilhou alguns dados:

Este prestigioso galardón llega el mismo año en que se celebran los 50 años del gran personaje de historieta.

Quino dibujó a Mafalda durante nueve años, entre 1964 y 1973. “Pero nunca terminé de aprender a dibujarla; tenía que calcarla”, contó hace poco.

Mafalda es la tira latinoamericana más vendida en el planeta y en las cinco décadas que cumple no perdió vigencia: siguen en pie todos (o casi todos) los temas contra los que se indignaba la niña contestataria.

Este prestigiado galardão chega no mesmo ano em que se celebram os 50 anos desta grande personagem de banda desenhada.

Quino desenhou Mafalda durante nove anos, entre 1964 e 1973. “Mas nunca acabei de aprender a desenhá-la; tinha que a copiar”, partilhou há pouco.

Mafalda é a banda desenhada latino-americana mais vendida no planeta e nestas cinco décadas que comemora não perdeu pertinência: continuam actuais todos (ou quase todos) os assuntos com os quais se indignava a menina contestatária.

Por sua vez, Biblioblog FL-UNC felicita [es] Quino:

Felicitamos a Quino !!! ganador del premio Príncipe de Asturias. […] La distinción consta de una escultura diseñada por Joan Miró y 50.000 euros, además de un diploma y una insignia representativa.

[…]

El Jurado del prestigioso Premio Príncipe de Asturias, una especie de Nobel de la cultura en español, tuvo todos los logros en cuenta para premiar a Quino.

La palabras del jurado fueron que Mafalda es “una niña que percibe la complejidad del mundo desde la sencillez de los ojos infantiles”. La define como como “inteligente, irónica, inconformista, contestataria y sensible. Sueña con un mundo más digno, justo y respetuoso con los derechos humanos.

Parabéns, Quino!!! Vencedor do prémio Príncipe das Astúrias. […] A distinção consiste numa escultura concebida por Joan Miró e 50.000 Euros, para além de um diploma e de uma insígnia representativa.

[…]

O júri do prestigiado prémio Príncipe das Astúrias, uma espécie de Nobel da cultura em espanhol, teve em consideração todas as realizações de Quino para premiá-lo.

Segundo as palavras dos jurados, Mafalda é “uma menina que percebe a complexidade do mundo, de acordo com a simplicidade dos olhos das crianças”. É definida como “inteligente, irónica, inconformista, contestatária e sensível. Sonha com um mundo mais digno, mais justo e respeitoso para com os direitos humanos.

Margrafic cita Quino descrevendo [es] Mafalda da seguinte forma:

“una niña que intenta resolver el dilema de quiénes son los buenos y quiénes los malos en este mundo”, algo en lo que hoy en día andamos todos metidos. Un premio muy merecido.

“uma menina que tenta resolver o dilema de quem são os bons e quem são os maus neste mundo”, algo em que todos nós actualmente andamos envolvidos. Um prémio muito merecido.

De Espanha, o website La utopía del día a día [es] faz um pedido à famosa personagem:

Ya nos contarás como os sentís tu padre Quino y tú recogiendo el premio “Príncipe de Asturias”. Yo opinaría que…

Vais ter de nos contar como é que tu e o teu pai Quino se sentem ao receber o prémio “Príncipe das Astúrias”. Eu opinaria que…

No Twitter, os parabéns e saudações surgiram quase de imediato, e muitos utilizadores reproduziram algumas tiras da Mafalda:

Tudo isto saiu de um lápis : ) Estamos felizes por Quino ter recebido o prémio Príncipe das Astúrias

Quino, criador da Mafalda, prémio Príncipe das Astúrias, Parabéns!

Claro que Quino não é só Mafalda (se bem que ter-nos-ia bastado). Aqui, uma tira sobre a crise e a sua saída ;)

Última tira de Mafalda, publicada a 25 de Junho de 1973 por decisão de Quino

Em Março deste ano, Quino também recebeu a Legião de Honra, a mais importante distinção em França, onde as suas obras são muito apreciadas. Com uma grande ovação, o pai de Mafalda foi homenageado na Feira do Livro de Paris numa sala repleta de público.