Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Seis jovens presos em Teerão por participarem em vídeo “Happy”

Screen shot from Happy in Tehran

Captura de ecrã do vídeo “Happy” em Teerão

Seis iranianos pagaram um preço elevado por aderir a uma tendência mundial quando fizeram um vídeo de dança em Teerão, inspirado no vídeo da música “Happy”, de Pharrell Williams.

No passado dia 22 de Maio, cinco dos seis jovens foram libertados da prisão, depois de as autoridades iranianas terem anunciado a sua detenção no dia 20 de Maio.

No Twitter, através da campanha #FreeHappyIranians, os internautas iranianos exprimiram a sua raiva e desapontamento com tuites que se espalharam pela Internet.

O alvoroço gerado foi tão difícil de ignorar que até mesmo o moderado presidente iraniano se juntou ao debate com uma opinião no Twitter (ironicamente, o acesso ao Twitter continua bloqueado no Irão).

A felicidade é um direito do nosso povo. Não devemos ser demasiado severos com demonstrações de alegria.” 29/6/2013

— Hassan Rouhani (@HassanRouhani) 21 de Maio de 2014

Este foi o vídeo que levou à detenção dos iranianos “felizes”.

The show must go on

Obrigados a aparecer lado a lado nos noticiários da televisão pública iraniana, em frente ao chefe da polícia de Teerão, Hossein Sajedinia, os jovens confessaram terem sido enganados e induzidos a participar no vídeo por um homem e uma mulher não identificados.

https://www.youtube.com/watch?v=N5jyIR3NdjE

Nas imagens, os iranianos detidos afirmam que foram “enganados” e que fizeram o vídeo para consumo privado, sem nunca terem a intenção de partilhá-lo publicamente.

A felicidade é um crime?

Mehriran tuitou:

Não nos podem impedir de sermos felizes #FreeHappyIranians pic.twitter.com/gjzCIfuGPk

— مهریران (@mehri912) 21 de Maio de 2014

Do Twitter de Sheema Kalbasi:

#LeiSharia: Cultura de humildade, mágoa, flagelação, execuções, opressão! A felicidade é um crime! #freehappyiranians pic.twitter.com/73HYmsYcry

— Sheema Kalbasi (@IranianWoman) 21 de Maio de 2014

Do Twitter de Potkin Azarmehr:

 Há 35 anos depois de uma Revolução Islâmica, a felicidade tornou-se um crime numa terra feliz com pessoas felizes :( #iran #freehappyiranians

— potkin azarmehr (@potkazar) 21 de Maio de 2014

Tradução editada por Débora Medeiros como parte do projeto Global Voices Lingua