Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

O machismo na publicidade

Natalio Pinto no blog “El Blog del Incógnito” analisa (es) a publicidade e sua tendência ao machismo, após ler o artigo 15 anúncios vintages em que as mulheres aparecem como idiotas(es) sobre a publicidade nas décadas de 40 à 70, do século passado.

A publicidade realmente mudou 50 anos depois? Eu não acredito que tenha mudado, talvez tenha “evoluído” e eu utilizo as aspas porque considero que os publicitários continuam mantendo o mesmo conceito machista de antigamente, o conceito clássico e machista, embora não são mais tão explícitos. Seguem retratando as mulheres como objetos (es), posicionando-as na cozinha, associadas com os serviços domésticos, cuidados da casa, uso de eletrodomésticos, entre outros.

Mas Natalio acredita que embora a publicidade seja um reflexo de um padrão cultural em que a masculinidade domina, o homem também é afetado:

É muito curioso, todo mundo pensa que só porque somos homens curtimos esse tipo de publicidade, desconsiderando que também somos vítimas, nos retratando como sujeitos atléticos, esportistas, bem sucedidos, uma imagem fiel aos modelos estéticos ocidentais.

O post em destaque participou da segunda rodada do#LunesDeBlogsGV (Blogagem do GV nas segundas) em 12 de maio de 2014.